Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Divulgação: As Brumas de Avalon Volume I- A Senhora da Magia, de Marion Zimmer Bradley



Sinopse retirada do site da Bertrand: O clássico As Brumas de Avalon regressa ao mercado português para dar a conhecer a uma nova geração esta história mágica e intemporal centrada nas mulheres que, por detrás do trono de Camelot, foram as verdadeiras detentoras do poder.

Morgaine é ainda uma criança quando testemunha a ascensão de Uther Pendragon ao trono de Camelot. Uther deseja Igraine, a mãe de Morgaine, presa a um casamento infeliz com Gorlois. Mas há forças maiores que estão em curso e que se preparam para mudar as suas vidas para sempre. Através da sua sacerdotisa Viviane, Avalon conspira para unir Uther a Igraine e dessa aliança nascerá Arthur, a criança que salvará as Ilhas. Morgaine, dotada com a Visão, é levada por Viviane para Avalon onde irá receber treino como sacerdotisa da Deusa Mãe. É então que assiste ao despertar das tensões entre o velho mundo pagão e a nova religião cristã. O que Morgaine desconhece é que o destino irá armar-lhe uma cilada e pô-la, de novo, no caminho do meio-irmão Arthur da forma que menos espera…

Opinião: A Melodia do Amor, de Lesley Pearse

P.S- Este post contém spoilers para quem ainda não leu o livro.



Meu resumo: Beth e o seu irmão Sam tinham uma vida tranquila até que o pai decidiu suicidar-se. Depois disto, a vida deles alterou-se por completo, já que ficaram sem dinheiro e descobriram que a mãe estava grávida de outro homem, sendo que o pai suicidou-se devido ao caso de adultério da sua mulher. Contudo, a mãe deles morre dias depois do parto, sendo que eles ficaram sozinhos com uma bebé recém-nascida, a Molly. Mas Beth encontrou uma boa família que lhe ofereceu emprego e que até lhe disseram que poderiam ficar com Molly para que Beth e Sam fossem para a América seguirem os seus sonhos, sendo que Beth queria tocar violino para um grande público e o Sam simplesmente queria ter aventuras e ser rico. É na viagem para América que Beth conhece Theo e Jack, dois homens muito importantes na vida dela, que satisfizeram a sua alma e os seus desejos, apesar de terem feito Beth sofrer. Ainda assim, Beth teve muitas aventuras, umas boas, outras más, teve bons momentos, e momentos horríveis, mas conseguiu crescer e tornar-se numa bela mulher. Afinal de contas, se não fosse a música, como teria sido a sua vida?

Opinião: Eu estou muito contente por ter comprado este livro. Ao longo do livro, tive várias sensações e senti várias coisas de acordo com o que a Beth sentia e pensava. Aliás, quando ela estava triste, eu também ficava triste, mas se estava alegre, eu ficava feliz quanto à sua alegria. com isto quero dizer que a Beth foi uma personagem que me cativou imenso, pela sua força, coragem, pela sua inocência no início, mas que, no fim, revelou ser uma mulher forte, persistente e matura. Também fiquei a torcer por Beth devido à sua paixão pela música, que é algo que tenho, e porque tive uma certa compaixão por ela, pelos momentos difíceis que ela passou, e sempre desejei o melhor para ela, porque ela merecia.Também gostei dos personagens masculinos, apesar de a maioria deles me ter decepcionado pelas ações que fizeram, como é o caso de Theo. No início, fiquei "apaixonada" por ele, mas fiquei muito zangada quando ele abandonou Beth.
Para além de tudo isto, aprendi muito com essa obra no que diz respeito a aspetos históricos. Com isto quer dizer, por exemplo, que no século XIX, muita gente emigrou para a América, à procura de novas oportunidades, tal como acontece neste livro, e também adorei a evolução das cidades por onde as personagens passaram e tudo mais. E também adorei a demonstração das mentalidades no final desse século, uma vez que os homens desvalorizavam bastante as mulheres quanto ao mundo do trabalho, por exemplo, ou porque achavam que elas eram apenas "brinquedos" com os quais poderiam "brincar" à vontade sem se preocuparem com os seus sentimentos ou as consequências do seus atos.
E , ainda, já me tinham dito que iria encontrar, em obras desta autora, momentos sexuais e coisas relacionadas, mas gostei das descrições que a autora fez nos momentos em que Beth fez essas "aventuras", pois não achei exageradas, mas também não achei que fossem pouco cativantes, porque gostei dos momentos de romance louco e dos momentos sedutores de Beth.

No meio de tudo isto, pretendo dizer que adorei esta obra, adorei devido à sua escrita simples, cativante e fluída, pelas suas ótimas descrições e pela evolução da ação ao longo da história.
Foi um livro que me cativou muito e fiquei rendida por ele. Nele se encontra muitas lições de vida, e uma delas é que a esperança nunca desaparece e que, apesar de tudo estar a correr mal, devemos ter a cabeça erguida e pensar no positivo. Além disso, também se pode captar que apesar de várias experiências negativas ao longo da vida, estas devem ser guardadas, não como maus resultados, mas como algo com que se pode aprender e pelo qual podemos melhorar a nossa vida para o futuro.
Aconselho vivamente a leitura deste livro maravilhoso e que, na minha opinião, é muito cativante.
Espero ler mais obras desta autora. Adorei!

Classificação: 5/5 estrelas

Divulgação: A Filha da Floresta-Sevenwaters 1, de Juliet Marillier

Já tinha publicado, anteriormente, um livro desta autora (este), mas fiz mais umas procuras pela internet e encontrei este primeiro livro de uma coleção que, no início, era para ser apenas uma trilogia. Porém, a autora mudou de ideias.
Decidi divulgá-lo, uma vez que em vários blogues encontrei comentários muito positivos acerca desta coleção.



Sinopse retirada do site da Bertrand: Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era Lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, e dos seus seis irmãos.

O domínio Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e Criaturas Encantadas que deslizam pelos bosques vestidos de cinzento e mantêm as armas afiadas. O maior perigo para este idílio vem de dentro: Lady Oonagh, uma feiticeira, que casou com o pai de Sorcha, senhor de Sevenwaters. Frustrada por conseguir encantar todos menos a enteada, Oonagh lança um poderoso feitiço sobre os irmãos da rapariga, que só Sorcha poderá conseguir quebrar. Porém, a meio da pesada tarefa de libertar os irmãos, Sorcha é raptada por um grupo de salteadores, e ver-se-á dividida entre o dever de salvar a vida dos irmãos e um amor cada vez maior, proibido, pelo senhor da guerra que a capturou.

Divulgação: The Giver- O Dador de Memórias



Sinopse retirada do site da Bertrand: A sociedade em que vive Jonas é a perfeita descrição do mundo perfeito. Tudo está sob controlo: não há cores, não há música, não há guerras nem possibilidades de eleição. Cada pessoa ajusta-se às Normas da sua Comunidade. Quando Jonas atinge os 12 anos e deve ser-lhe atribuída uma profissão, é eleito para uma função muito especial e única na sua comunidade. Na sua formação descobrirá as verdades subjacentes à frágil perfeição do seu mundo. Sugestivo livro de ficção sobre uma sociedade utópica, que segue os passos dos melhores romances futuristas: 1984, Farenheit 451, ... 
Considerado um dos 100 melhores livros da história da literatura juvenil, aborda temas tão importantes como a liberdade, o controlo da informação, o medo, os sentimentos, a amizade,...

P.S- Tem continuação.

Divulgação: Os Guardiões da História- Começa a Tempestade, de Damian Dibben



Sinopse retirada do site da Bertrand: Que aconteceria se perdesses os teus pais, não apenas no espaço, mas também no tempo?

Os pais de Jak e Djones desapareceram e podem estar em qualquer lugar ou em qualquer época. Eles pertencem aos Guardiões da História, uma sociedade secreta que viaja no tempo para impedir que as forças do mal alterem o curso da História.

Primeiro volume de uma série juvenil cheia de aventura, com adaptação ao cinema em preparação.

Divulgação: A Escola Nocturna, de C.J. Daugherty



Sinopse retirada do site da Bertrand: A vida Allie está a desmoronar-se: detesta a cidade em que vive, o irmão fugiu de casa e ela foi presa. Mais uma vez. Os pais decidem mandá-la para uma escola para jovens problemáticos. Cimmeria não é uma escola normal: fica longe de tudo, não permite o uso de computadores nem de telemóveis, e os alunos parecem ser todos ricos ou sobredotados. 
Ainda assim, a vida parece correr bem a Allie. Faz novos amigos e um dos rapazes mais atraentes da escola dedica-lhe toda a sua ateção. E há ainda Carter, um rapaz solitário com quem Allie tem uma grande afinidade.
Tudo parece perfeito, até que Cimmeria começa a tornar-se um lugar muito perigoso, onde ninguém está a salvo. Nada é o que aparenta, e até Allie descobre que não é quem pensava. Enquanto investiga os obscuros segredos da escola, Allie tem de decidir em quem confiar. E quem amar.


P.S- Tem continuação.

Divulgação: Eternidade, de Alyson Nöel



Sinopse retirada do site da Bertrand: Entrem num mundo encantador onde o verdadeiro amor nunca morre... Depois de um terrível acidente que lhe matou a família, Ever Bloom, de dezasseis anos, consegue ver as auras das pessoas que a rodeiam, ouvir os seus pensamentos e conhecer a história da vida de qualquer pessoa através de um simples toque. Desviando-se, sempre que possível, no sentido de evitar qualquer contacto humano e de esconder esses dons, Ever é vista como uma anormal na escola secundária à qual regressa. Mas tudo muda, quando conhece Damen Auguste. Damen é encantador, exótico e rico. E é a única pessoa que consegue silenciar o ruído e as manifestações de energia que invadem a cabeça de Ever. Ele transporta uma magia tão intensa que parece conseguir ler a alma de Ever. À medida que Ever é arrastada para o sedutor mundo de Damen, onde abundam os segredos e os mistérios, começam a surgir-lhe mais perguntas do que respostas. Além de que não faz ideia de quem realmente é... ou daquilo que é. Apenas sabe que se está a apaixonar desesperadamente.

P.S- Tem continuação.

Divulgação: Academia de Vampiro- Volume 1, de Richelle Mead

Para quem gosta de vampiros, divulgo aqui este livro :)
Nota: Será adaptado para o grande ecrã.



Sinopse retirada do site da Bertrand: Lissa Dragomir é uma princesa Moroi - um vampiro mortal com um laço inquebrável com a magia da Terra - e deve por isso ser protegida dos Strigoi, os vampiros mais ferozes e mais perigosos - os que nunca morrem. Rose Hathaway, a melhor amiga de Lissa, é uma Dhampir - nas suas veias corre uma poderosa mistura de sangue de ser humano e de vampiro. Rose tem como missão proteger Lissa dos Strigoi, que tentam por todos os meios tornar Lissa uma deles. Após dois anos de uma liberdade proibida, Rose e Lissa são apanhadas e arrastadas de volta à Academia São Vladimir, escondida nas profundezas da floresta de Montana. Aí, Rose deverá continuar a sua educação de Dhampi, enquanto Lissa será educada para se tornar a rainha da elite Moroi. E ambas voltam a quebrar corações na Academia. No entanto, é dentro dos portões de ferro de São Vladimir que a segurança de Lissa e Rose está mais ameaçada. Os horríveis e sanguinários rituais dos Moroi, a sua natureza oculta e o seu fascínio pela noite criam um enigmático mundo repleto de complexidades sociais. Rose e Lissa vêem-se forçadas a deslizar por este perigoso mundo, resistindo à tentação de romances proibidos e nunca baixando a guarda, ou os Strigoi farão de Lissa um deles para a eternidade...

P.S- Tem continuação.

Divulgação: O Beijo dos Elfos, de Aprilynne Pike


Sinopse retirada do blogue de O Beijos dos Elfos, da Editora Contraponto: Laurel é uma jovem de quinze anos diferente – frágil, vegan e amante da natureza – que se muda com os pais para outra cidade. Integrar-se na nova escola e fazer amigos são questões complicadas para uma rapariga tímida como ela, mas o atraente David ajuda-a a ambientar-se.
É então que acontece algo inexplicável que aterroriza Laurel: diante do espelho, vê surgir sobre os seus ombros umas formas longas branco-azuladas, de uma beleza quase indescritível, como pétalas a pairar no ar junto à sua cabeça – semelhantes a asas.
Para perceber o sucedido, a jovem regressa à sua cidade natal, onde conhecera Tamani, um magnetizante rapaz de olhar cor de esmeralda. Ele parece conhecê-la desde sempre e vai revelar-lhe uma verdade aterradora.
A partir desse momento, Laurel ver-se-á suspensa entre dois mundos e dividida entre dois rapazes igualmente fascinantes, que a atraem em direcções opostas...


P.S- Tem continuação

Opinião: Viagem ao Centro da Terra, de Júlio Verne



Sinopse retirada do site da Bertrand: Depois de descobrir e decifrar um misterioso manuscrito rúnico, onde um alquimista islandês afirma ter ido ao centro da Terra, o Professor Otto Lidenbrock, o seu sobrinho Axel e Hans, um caçador islandês, partem numa grandiosa viagem às profundezas da Terra. E é então que começa a verdadeira aventura. Um novo mundo aguarda-os, um mundo onde o tempo parou…onde os dinossauros ainda andam pelas florestas, gigantescos animais dominam os mares e homens pré-históricos habitam as cavernas.
Mas conseguirá o grupo regressar a casa e abandonar um mundo repleto de perigos?

Opinião: Bem, quando comprei este livro, já sabia do que poderia vir, como é o caso de muita geologia, de muitos perigos e muita ciência, coisas que até gosto bastante!
Contudo, o livro não me captou muito, não tive uma grande conexão com ele. Mas reconheço a sua riqueza de vocabulário, de termos científicos e tudo mais! Realmente, adorei a parte da geologia, a parte que eu mais admiro na ciência, e gostei dos perigos e das aventuras dos personagens. Todavia, estava à espera de outra coisa... Não sei, este livro, simplesmente, não fez a minha alma brilhar e ficar inquieta de entusiasmo.
Para além disso, apesar de o livro ser muito rico quanto à geologia e tudo o que esteja relacionado com a mesma, penso que os personagens, de um modo geral, deveriam ter sido mais enriquecidas. Com isto não quero dizer que eles têm personalidades fracas. Até pelo o contrário. Como é o caso de Axel e do seu tio "louco" pela ciência, estes demonstram a sua grande paixão e entusiasmo por essa área, e isso é muito evidente ao longo da obra. Mas penso que personagens como o guia islandês e a noiva de Axel deveriam ter sido melhor exploradas, principalmente a noiva de Axel, Grauben, uma vez que notei a grande falta de um elemento feminino no meio de toda esta aventura.
Ainda assim, admiro este livro devido aos temas em que se baseia, ou seja, a ficção científica e a aventura, propriamente. Espero ler mais obras deste autor clássico.

Classificação: 3.5/5 estrelas