Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um livro que quero ver publicado em Portugal

Claro que há muitos livros bons por aí e que não são publicados cá no nosso país.... Por isso, vou tentar publicar vários posts relacionados com isso!
O primeiro post é sobre este (apresento na versão brasileira):


Sinopse:
Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. É a oportunidade de ser alçada a um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás o rapaz que ama. Abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe - e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que nunca tinha ousado imaginar.



Por que raio este livro não é publicado cá? Parece ser um livro muito bom! Quem me dera que houvesse alguma editora simpática para publicar este! :c


Divulgação: O Beijo da Meia-Noite, de Lara Adrian

Algo me diz que já publiquei isto aqui... Mas, ainda assim, tenho a sensação que estive prestes a publicar, mas tal não o fiz.
Não sei, mas deixo aqui esta divulgação.
O que acham deste livro?


Sinopse retirada do site da Bertrand: Gabrielle Maxwell, uma reconhecida artista de Boston, celebra o êxito da sua última exposição exclusiva. Entre a acalorada multidão, sente a presença de um sensual desconhecido que desperta nela as fantasias mais profundas. Mas nada relacionado com essa noite nem com esse homem é o que parece. À saída, Gabrielle presencia um homicídio e, a partir desse momento, a realidade converte-se em algo escuro e mortífero, e ela entra num submundo que nunca soube que existia, habitado por vampiros urbanos. 
Lucan Thorne é um vampiro, um guerreiro da Raça, que nasceu para proteger os seus - assim como os humanos que com ele coexistem - da crescente ameaça dos vampiros renegados. Lucan não pode correr o risco de unir-se a uma humana, mas quando Gabrielle se converte no alvo dos seus inimigos, não tem escolha e é forçado a levá-la para esse outro mundo que lidera, no qual serão devorados por um desejo selvagem e insaciável. Nos braços do formidável líder da Raça, Gabrielle irá enfrentar um extraordinário destino de perigo, de sedução e dos mais sombrios prazeres...

Opinião: Finale, de Becca Fitzpatrick

Estou a ler
Sinopse retirada do site da BertrandNora está absolutamente certa sobre o seu amor por Patch. Anjo caído ou não, Patch é o homem da sua vida. A herança e o destino que couberam a Nora ditam que terá de ser inimiga do seu amor, mas não há como lhe voltar as costas. Agora, Nora e Patch deverão unir forças para enfrentar o derradeiro desafio. Assistiremos ao regresso de velhos inimigos e ao nascimento de novos aliados. Um amigo será o protagonista de uma inesperada traição que ameaçará a paz com que Patch e Nora sonham tão desesperadamente. As linhas da batalha estão formadas¿ mas de que lado devem lutar? E, no final, será o amor capaz de conquistar todos os obstáculos?


Opinião: 
E este é o último livro da fantástica saga escrita por Becca Fitzpatrick, Hush Hush. Eu não sei o que dizer. Mal o acabei de ler, apercebi-me do furacão de emoções que se tinham acumulando ao longo da leitura. 
Estou feliz pelo final, mas estou triste por esta saga ter chegado ao fim! O que vale é que a saga foi terminada pela melhor maneira! Este livro é, sem dúvida, o melhor dos quatro livros de Hush Hush. Claro que adorei os outros, mas este mexei muito comigo! Este tem muitas surpresas, muitas reviravoltas, mistérios, suspense! E é neste livro que vemos uma Nora com mais maturidade, um Patch mais carinhoso mas, como sempre, muito protetor! Adorei o desenvolvimento da relação entre eles e adorei como a autora deu mais relevância a outras personagens, como a Vee!
Como podem ver, adorei o livro! Aliás, amei! Está tão bem escrito e tão cativante. Quando começava um novo capítulo, havia sempre surpresas e reviravoltas! Este livro deixou-me numa lástima! Até chorei no final! Aliás, foi neste livro que me apercebi o quão interligada estou quanto às personagens! É, simplesmente, um livro fascinante!
Dou os meus parabéns a esta fantástica escritora! Espero ler mais obras suas, pois adoro a sua escrita fluida e cativante.
Não posso dizer mais sobre o livro, uma vez que ele próprio me deixou sem palavras! Foi uma boa despedida quanto a esta maravilhosa saga!

Classificação: 5/5 estrelas

Divulgação: D.Maria II-Tudo por um Reino, de Isabel Stilwell

Acabei de descobrir que esta escritora é uma das mais lidas em Portugal. E acho que sei o porquê! Os seus livros parecem ser muito interessantes e fascinantes!


Sinopse retirada do site da Bertrand: Com apenas 7 anos, Maria da Glória torna-se rainha de Portugal. Um país do outro lado do oceano que nunca havia pisado. A sua infância foi vivida no Brasil, entre o calor e os papagaios coloridos que admirava na companhia dos seus irmãos e da sua adorada mãe, D. Leopoldina. A ensombrar esta felicidade apenas Domitília, a amante do seu pai, imperador do Brasil e D. Pedro IV de Portugal. Em 1828 parte rumo a Viena para ser educada na corte dos avós. Para trás deixa a mãe sepultada, os seus adorados irmãos e a marquesa de Aguiar, sua amiga e protetora. Traída pelo seu tio D. Miguel, que se declara rei de Portugal, e a quem estava prometida em casamento, D. Maria acaba por desembarcar em Londres onde conhece Vitória, a herdeira da coroa de Inglaterra a quem ficará para sempre ligada por uma estreita relação de amizade. Aos 15 anos, finda a guerra civil, D. Maria pisa pela primeira vez o solo do seu país. Seria uma boa rainha para aquela gente que a acolhia em festa e uma mulher feliz, mais feliz do que a sua querida mãe. Fracassada a sua união com o tio, agora exilado, casa-se com Augusto de Beauharnais que um ano depois morre de difteria. Maria era teimosa, não desistia assim tão facilmente da sua felicidade e encontra-a junto de D. Fernando de Saxo-Coburgo-Gotha, pai dos seus onze filhos, quatro deles mortos à nascença.

Divulgação: Ínclita Geração, de Isabel Stilwell

Meu Deus, tenho tido uma grande curiosidade quanto a livros históricos! Este parece ser muito interessante, não acham?


Sinopse retirada do site da Bertrand:
Era feita de luzes e de sombras. O pintor flamengo Van Ecky havia entendido a sua essência como ninguém e pintado as linhas do seu rosto e o seu caráter, em dois quadros distintos, para mostrar ao noivo Filipe III, duque da Borgonha. Um feito de luzes, outro feito de sombras. Isabel, tal como a sua mãe, D. Filipa de Lencastre, casava tarde. E a ideia de deixar Portugal, o pai envelhecido, os cinco irmãos em constante desacordo, e Lopo, irmão de leite e melhor amigo, para partir para um país longínquo e gelado atormentava-lhe o coração. Era a terceira mulher de Filipe, já duas vezes viúvo, esperava vir a dar-lhe o herdeiro legítimo de que Borgonha tanto precisava. A sua fama de mulherengo atravessava fronteiras… 

Mas Isabel sabia que nascera para cumprir um destino, ser a Estrela do Norte, que firme no céu indica o caminho. Saberia mudá-lo, torná-lo num homem diferente, acreditava Isabel. Na manga levava um trunfo que apenas partilhava com o seu irmão Henrique e com o seu fiel Lopo, na esperança de se tornar senão amada, pelo menos indispensável. Mas ao longo da sua vida, as sombras foram ganhando terreno e os acontecimentos precipitaram-se numa espiral que Isabel não conseguia travar, e de que apenas o seu filho a podia salvar. Isabel Stilwell, a autora de romances históricos mais lida em Portugal, regressa à escrita com a surpreendente história de Isabel de Borgonha, a única mulher da chamada Ínclita Geração. A geração perfeita, filhos de Avis, cantada por Camões, que marcou, cada um à sua maneira, a História de Portugal. Um romance empolgante que acompanha a vida desta mulher do século XV, que assumiu com inteligência e determinação o seu papel no governo de Borgonha urdindo alianças com França e Inglaterra, que procurou salvar Joana d' Arc da morte, abriu os braços aos sobrinhos fugidos de Portugal, num período de tumultos e divisões. Foi aliada das descobertas do infante D. Henrique, assistindo impotente à morte do seu querido irmão D. Fernando às mãos dos infiéis… Uma mulher que nunca esqueceu que era filha de Filipa de Lencastre e princesa de Portugal.

Divulgação: Oksa Pollock – A Inesperada, de Cendrine Wolf e Anne Plichota

Dizem que é como um Harry Potter francês ou, até mesmo, um Harry Potter na versão feminina :D
Vi este livro na loja Continente daqui da minha cidade e achei-o interessante.
Devo comprá-lo?? :D
Pode já não ser tão adequado para a minha idade, mas a magia não tem idade!!!


Sinopse retirada do site da Bertrand: Com treze anos de idade, Oksa Pollock descobre que tem poderes especiais. Quando conta à avó o que se está a passar, é-lhe revelado o segredo das origens da sua família e a incrível missão que, apesar da sua pouca idade, lhe está destinada! A família Pollock vem de Edéfia, um mundo invisível e mágico, oculto algures no planeta Terra, que foi palco de um violento combate. Parte dos habitantes veio viver entre os humanos, incluindo Ocious, que é extremamente ambicioso e deseja tonar-se o senhor de Edéfia e do resto do mundo. E é sobre os jovens ombros de Oksa que recai agora a responsabilidade de salvar o seu povo. Ela é a sua última esperança...

Divulgação: O Jardim dos Segredos, de Kate Morton


Sinopse retirada do site da Bertrand: Uma criança perdida: em 1913 uma criança é encontrada só, num barco que se dirigia à Austrália. Uma mulher misteriosa prometera tomar conta dela, mas desapareceu sem deixar rasto. 

Um terrível segredo: no seu 21.º aniversário, Nell Andrews descobre algo que mudará a sua vida para sempre. Décadas depois, embarca em busca da verdade, numa demanda que a conduz até à costa da Cornualha e à bela e misteriosa Mansão Blackhurst. 

Uma herança misteriosa: aquando do falecimento de Nell, a neta, Cassandra, depara-se com uma herança surpreendente. A Casa da Falésia e o seu jardim abandonado são famosos nas redondezas pelos segredos que ocultam - segredos sobre a família Mountrachet e a sua governanta, Eliza Makepeace, uma escritora de obscuros contos de fadas. É aqui que Cassandra irá por fim desvelar a verdade sobre a família e resolver o mistério de uma pequena criança perdida.

Opinião: Morte com Vista para o Mar, de Pedro Garcia Rosado

Estou a ler
Sinopse retirada do site da Bertrand:
Nas traseiras de uma moradia isolada nas Caldas da Rainha, um professor de Direito reformado aparece morto à machadada na casa onde vivia sozinho. Patrícia, inspetora-coordenadora da PJ, pede ajuda ao seu ex-marido Gabriel Ponte, antigo inspector da Polícia Judiciária, que assim regressa ao mundo da investigação criminal.
Meses antes, o professor tinha contactado Patrícia, sua antiga aluna e amante, para denunciar a existência de um esquema de corrupção e de lavagem de dinheiro em torno do projeto de um empreendimento turístico gigantesco nas falésias da costa atlântica.
As primeiras provas apontam para que este homicídio seja resultado de um affair com uma mulher casada, mas poderá o professor ter sido assassinado por saber demais?




Lamento não publicar tanto no blog! Isso deve-se à escola! Testes, e mais testes, trabalhos, e mais trabalhos... E outras coisas também não ajudam nada.
Por isso, só agora é que acabei de ler este livro. E posso vos dizer uma palavra: muito bom.
Contudo, apercebi-me que este tipo de livros não faz o meu género.
Eu adoro livros distópicos e fantásticos, livros históricos e com uma pitada de romance. Se bem que leio praticamente tudo. Mas, não sei o que me aconteceu enquanto li este livro.
Ainda assim, posso dizer que é um livro muito bom. Com escrita simples e fluida, este livro acaba por ser cativante e prende, com facilidade, o leitor à história. Além disso, mostra pontos de vistas das várias personagens fulcrais envolvidas na história, isto é, ainda bem que este livro não se baseia tanto apenas em uma ou duas personagens. E, ainda, ao ler este livro, apercebi-me de que ele é muito cinematográfico, ou seja, ele poderia ser, facilmente, adaptado para a televisão ou, até mesmo, para o grande ecrã. O enredo deste livro dá perfeitamente para esse livro.
Todavia, este livro não fez "tremer" a minha alma de leitora. Para ser sincera, não sei porquê. Talvez por ser o primeiro livro thriller que eu leio e, assim, não estou muito familiarizada com este tipo de livros. Ainda assim, posso dizer que o livro é muito bom. É um livro muito realístico e que nos mostra uma realidade brutal, mas que ocorre nos nossos dias, como é o caso da corrupção e outros crimes que ocorrem.
Resumindo, aconselho este livro para quem ama muito este tipo de livros. Também aconselho para quem quer experimentar este género literário interessante, o que foi o meu caso.

Classificação: 4/5 estrelas