Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wishlist: Junho de 2022 (livros em inglês - parte 2)

Wishlist (livros em inglês).png

 

Esta é a segunda parte das novidades em inglês de junho e é focada nos títulos infantojuvenis.

 

Primeiro, temos Wretched Waterpark, o primeiro de uma coleção de mistérios de Kiersten White. Os gémeos Theodora e Alexander, de 12 anos, e a irmã mais velha, Wilhelmina Sinister-Winterbottom, não sabem como acabaram por ter de passar o verão inteiro com a tia Saffronia. Ela não é exatamente a pessoa certa para lidar com crianças. Apesar disso, os gémeos estão determinados a passar umas boas férias, portanto, quando a tia Saffronia sugere o parque aquático, eles concordam rapidamente com a ideia.

Mas Fathoms of Fun não é o típico parque aquático. Em vez de cabanas, os hóspedes alugam mausoléus. Os escorregas são línguas cinzentas que pertencem a horríveis rostos de gárgulas. As poucas pessoas que eles encontram são muito, muito estranhas. E o dono desaparece em circunstâncias bizarras, perdido no Mar Frio e Irreconhecível, a piscina de ondas.

Quando Wil desaparece, Alexander, que é cauteloso e obedece às regras, e a corajosa Theo têm de trabalhar em conjunto para resolver o mistério de Fathoms of Fun. 

Foi lançado a 7 de junho pela Delacorte Press.

 

wretched waterpark.png

 

A próxima novidade é Onyeka and the Academy of the Sun, de Tlá Okogwu. Neste primeiro livro de uma coleção de super-heróis, Onyeka tem muito cabelo, o tipo de cabelo que faz estranhos pararem na rua. Ela sempre se sentiu insegura quanto aos seus caracóis vibrantes, até ter feito uma descoberta importante: ela pode controlar o seu cabelo com a sua mente!

A mãe leva-a rapidamente para a Academia do Sol, uma escola na Nigéria onde Solari, crianças com superpoderes, são treinadas. Mas Onyeka e os novos amigos dela da Academia depressa têm de colocar os seus poderes à prova ao se envolverem numa batalha épica. Uma batalha que coloca o futuro de todos os Solari em risco.

 

A Margaret K. McElderry Books publicou o livro a 14 de junho.

 

Onyeka and the Academy of the Sun.png

 

A seguir, temos Hana Hsu and the Ghost Crab Nation, de Sylvia Liu. Hana Hsu mal pode esperar para ser entrelaçada.

Se ela conseguir vencer metade dos seus colegas de turma na Start-Up, uma escola de tecnologia para os jovens de doze anos mais talentosos da cidade, ela será ligada à multiweb através de um implante neural como a sua mãe e a sua irmã. Mas a competição é feroz e, quando ela fica misturada com rebeldes perigosos de ferro-velho devido à sua paixão por mexer com bots, ela sabe que o seu futuro no programa está em risco.

Ainda mais assustador do que isso, ela começa a perceber que algo não está certo na Start-Up. Alguns dos seus amigos estão a ficar doentes e não importa o que ela faça, pois a sua tecnologia nunca parece funcionar corretamente. Com um aviso sinistro da sua avó sobre ser entrelaçada, Hana começa a questionar-se se colocar o implante cedo é realmente uma boa ideia.

Desesperados para descobrir o que está a acontecer, Hana e os seus amigos encontram-se a espiar uma das corporações mais poderosas do país – e as respostas sobre o mistério da Start-Up podem estar mais perto de casa do que Hana está disposta a aceitar. Será ela capaz de salvar os seus amigos - e ela mesma - de uma conspiração que ameaça tudo o que ela conhece?

 

A Razorbill publicou este livro a 21 de junho.

 

Hana Hsu and the Ghost Crab Nation.png

 

A última novidade da lista é Valentina Salazar is Not a Monster Hunter, de Zoraida Córdova.

É preciso ser-se muito especial para acabar no castigo no último dia de aulas.

É preciso ser-se ainda MAIS especial para acidentalmente queimar o pátio da escola enquanto se persegue um esquilo que expira fogo.

Mas nada quanto a Valentina Salazar foi alguma vez "normal". Os Salazar são protetores, encarregados de resgatar criaturas mágicas que, por vezes, estão à deriva no mundo, desde unicórnios amuados até chupacabras e... ocasionais esquilos que expiram fogo.

Quando o pai de Val é morto durante uma missão de resgate que correu mal, a mãe dela decide que é altura de deixarem a vida de estrada. Muda a família para uma pequena cidade chata a norte de Nova Iorque e inscreve Val e os irmãos dela numa escola verdadeira pela primeira vez.

Mas Val é uma protetora no seu coração e não pode desistir da sua vocação. Quando um ovo místico aparece num vídeo viral, Val convence os seus irmãos relutantes a ir procurar pelo ovo antes que choque e crie confusão. Mas ela tem alguma competição: os temidos caçadores de monstros que não irão parar até destruírem a criatura... e a família Salazar.

 

Este livro sobrenatural foi publicado a 28 de junho pela Scholastic Press.

 

Valentina Salazar is Not a Monster Hunter.png

 

 

 

E, assim, termino esta publicação. O que acham destas novidades?

 

 

 

Wishlist: Junho de 2022 (livros em inglês - parte 1)

 

Wishlist livros em inglês.png


 

Nos EUA, muitos livros de vários géneros foram publicados em junho. Por isso, preparei duas publicações, sendo esta sobre livros YA.

 

Primeiro, temos Zyla & Kai, de Kristina Forest. Neste YA contemporâneo, durante uma visita de estudo às Poconos Mountains, Zyla e Kai fogem juntos, deixando os amigos e famílias confusos. Toda a gente pensava que tinham terminado a relação há meses.

E honestamente? Não foi uma surpresa para ninguém. Zyla, uma cínica quanto ao amor, conheceu Kai, um romântico incurável, enquanto trabalhavam juntos num parque de diversões no verão anterior. Não poderiam ser mais diferentes.

Alternando entre o passado e o presente, vemos o desenrolar da história de amor nas perspetivas de Zyla e Kai: como eles, primeiro, se tornaram nos amigos mais improváveis durante o verão; como se apaixonaram durante o ano letivo; e o porquê de terem terminado a relação. Ou será que terminaram?

A Kokila publicou este livro a 7 de junho.

 

Zyla & Kai.png

 

Também neste dia, pela Viking Books for Young Readers, foi lançado um outro romance contemporâneo YA, TJ Powar Has Something to Prove, de Jesmeen Kaur Deo. "Quando TJ Powar, uma bonita e popular "debater", e a prima Simran tornam-se no alvo de um meme, onde TJ é a "expectativa" num namoro com uma rapariga indiana, enquanto a prima Sikh, que não se depila, representa a "realidade", TJ decide tomar uma posição.

Ela abandona as lâminas, cancela as sessões a cera e lança uma resolução de debate para si mesma: "Esta Casa Acredita Que TJ Powar pode ser cabeluda e bonita na mesma". Só que, quando ela tenta provar o seu ponto de vista, ela começa a duvidar seriamente que alguém possa importar-se com ela tal como ela é, mesmo quando o rapaz frustrante da equipa de debates adversária parece determinado a provar o contrário.

À medida que a sua imagem cuidadosamente elaborada começa a desmoronar, TJ percebe que ganhar o debate pode custar mais do que um espaço entre as suas sobrancelhas. E o juiz mais difícil de convencer pode ser ela mesma".

TJ Powar Has Something to Prove.png

 

A próxima novidade é Go Hunt Me, de Kelly deVos.  "Alex Rush está pronta para a viagem da sua vida.

Ela e os amigos fizeram alguns filmes assustadoramente incríveis ao longo do ensino secundário. Assim, com apenas alguns meses antes de seguirem caminhos diferentes para a universidade, estão determinados a fazer o melhor filme até agora: uma curta-metragem épica que reconta a história de Drácula, filmada num local num castelo remoto na Roménia.

Mas, quando lá chegam, não é exatamente o cenário majestoso que tinham planeado. Armas ameaçadoras revestem as paredes, é fácil perderem-se nos corredores retorcidos e, sem ligação ao mundo exterior, o grupo está inesperadamente sem rede. Depois de apenas algumas horas debaixo do seu teto, Alex e os amigos não têm problemas nenhuns em imaginar como esse castelo sombrio e aterrador inspirou um dos romances de terror mais duradouros de todos os tempos.

Só que, depressa, já não precisam de usar a imaginação para perceberem a história aterrorizante do local. Assim que começam a gravar a primeira cena, um dos amigos de Alex desaparece e ela tem quase a certeza absoluta de ter visto um estranho encapuzado nas sombras. À medida que mais membros do grupo começam a conhecer uma morte prematura, Alex está desesperada para parar com o derramamento de sangue, mesmo se isso significa que ela deve enfrentar um monstro que ela nunca pensou que iria estar à solta.

Este thriller YA foi publicado pela Razorbill a 14 de junho.

 

go hunt me.png

 

De seguida, temos This Wicked Fate, a continuação e conclusão de This Poison Heart, de Kalynn Bayron. Esta sinopse pode, portanto, incluir spoilers sobre o primeiro livro.

A mãe de Brisei está morta, mas há uma maneira de a trazer de volta: encontrar a última peça do mortal Coração de Absyrtus. Se Bri quer encontrar a peça em falta, ela deve recorrer aos familiares de sangue que ela nunca conheceu, aprender os seus poderes secretos e tomar o seu lugar numa linhagem antiga. Mas Bri não é a única que quer o Coração e os inimigos dela não irão parar por nada para cumprir os seus planos implacáveis. Fortalecida pela irmandade da magia antiga, poderá ela aproveitar o seu poder para salvar as pessoas que mais ama?

 

A Bloomsbury publicou este livro a 21 de junho.

 

this wicked fate.png

 

The Loophole, de Naz Kutub, é a próxima novidade desta lista. Sy é um rapaz indiano-muçulmano queer tímido e protegido que apostou a sua felicidade no seu namorado Farouk... que o deixou para tentar "consertar o mundo". Sy era demasiado cobarde para mergulhar de cabeça e viajar com ele. Preso num emprego num café sem saída com o seu pai, que usa o Alcorão e é demasiado liberal com o cinto, tudo o que Sy pode fazer é desejar por mais uma oportunidade.

Ele não estava à espera de ver o seu desejo concretizado.

Quando uma herdeira desastrada vai contra (e desliza para baixo, seguida por rastos de maquilhagem) a janela da frente do café, Sy apenas encolhe os ombros e ajuda-a a levantar-se e seguir o seu caminho. Mas a rapariga oferece-lhe três desejos em troca da ajuda e, depois de provar que pode concretizar, pelo menos, um desejo transferindo um milhão de dólares para a conta bancária de Sy, um novo mundo de possibilidades abre-se.

Será que Sy tem a coragem para deixar L.A. e ir até Londres, Istambul e Marrakesh com a sua nova amiga potencialmente sobrenatural e seguir os rastos de Farouk para ter uma última e desesperada oportunidade para reconstruir a sua vida e reencontrar o amor?

 

Também foi lançado pela Bloomsbury a 21 de junho.

the loophole.png

 

O penúltimo livro da lista tem como título The Dream Runners e foi escrito por Shveta Thakrar. Há sete anos, Tanvi foi levada para o reino subterrâneo de Nagalok, onde se juntou às fileiras de dream runners: crianças humanas livres de todas as memórias e emoções e que colecionam sonhos mortais para o entretenimento da corte serpentina e imortal de nagas.

Contudo, quando uma das colheitas de sonhos de Tanvi corre mal, ela começa a lembrar-se da sua vida na terra. Em pânico e confusa, ela vira-se para o mortal de Nagalok que poderá ajudá-la, Venkat, o dreamsmith responsável por recolher as mercadorias dos dream runners e transformá-las nos produtos mais tentadores do reino. Ao procurarem por respostas, uma verdade aterradora começa a ganhar forma, uma verdade que pode tornar o reino de sonhos dos nagas numa terra de um pesadelo acordado.

Esta Fantasia contemporânea foi publicada pela Harperteen a 28 de junho.

 

the dream runners.png

 

E, por último, mas não menos importante, temos This Vicious Grace, um romance de Fantasia New Adult de Emily Thiede. Três casamentos. Três funerais. O dom de Alessa dado pelos deuses supostamente deveria ampliar a magia de um parceiro, não matar todos os pretendentes que ela toca.

Agora, com apenas semanas até que um enxame faminto de demónios devore tudo na sua ilha, Alessa está a ficar sem tempo para encontrar um parceiro e parar a invasão. Quando um poderoso padre convence os fiéis que matar Alessa é a única esperança da ilha, os próprios soldados dela tentam assassiná-la.

Desesperada para sobreviver, Alessa contrata Dante, um pária cínico marcado como um assassino, para ser o guarda-costas dela. Mas, quando a rebelião explode fora dos portões, os segredos obscuros de Dante podem ser a sua maior traição. Ele tem a chave para a sua sobrevivência e o seu coração, mas será ele a pessoa que irá ajudá-la a dominar o seu dom ou irá ele destruí-la de uma vez por todas?

A Wednesday Books publicou este livro a 28 de junho.

 

this vicious grace.png

 

 

E a primeira parte termina desta forma. O que acham destas novidades em inglês do mês passado?

 

 

Once Upon a Fandom Box: Edição A Hipótese do Amor

Once Upon a Fandom Box Edição A Hipótese do Amo

 

 

Book Boxes são, normalmente, caixas literárias temáticas mensais. Cada caixa tem um livro (que pode ser um mistério ou não) e, por sua vez, os restantes artigos têm que ver com o livro e/ou os seus temas. É frequente as caixas terem um livro e 5 a 6 artigos, mas a quantidade depende sempre do projeto em si e dos preços praticados.

 

A Fairyloot é uma das book boxes mais conhecidas a nível mundial. É muito focada no Young Adult e, dentro desta categoria, dá destaque à Fantasia e à Ficção Científica. Por exemplo, em maio, o tema era Cloak & Dagger. O tema é anunciado um ou dois meses antes, mas nunca divulgam o título do livro, pois a parte divertida deste projeto é o facto de o livro ser sempre uma surpresa. Também dão algumas pistas sobre os artigos, indicando os seus fandoms. Esta mais recente edição tinha The Stardust Thief, de Chelsea Abdullah, como livro-surpresa. A caixa incluía, ainda, uma carta da autora, um abridor de garrafas relacionado com o livro Alvorada Vermelha, um infusor de chá, scrunchies com elementos decorativos do livro Blood & Ash, uma chávena relacionada com o livro Daughter of the Moon Goddess e, por fim, marcadores de livro mitológicos.

 

Fonte.

 

Tendo em conta este exemplo internacional, está na hora de falar sobre uma caixa literária criada por uma leitora açoriana, a Inês, que tem um bookstagram. Como ela sempre adorou book boxes, ela decidiu criar o seu próprio negócio, Once Upon a Fandom. As suas caixas têm sempre alguns mimos e ela apoia quer artistas e negócios pequenos nacionais, quer pessoas de outros países.

 

IMG_20220621_184133_459.jpgLogótipo de Once Upon a Fandom.

 

O seu projeto também pode ser amigo das carteiras, uma vez que há sempre, pelo menos, três a seis opções, desde uma caixa sem livros, mas com alguns artigos, até a uma caixa com o livro e mais 5 ou 6 artigos. Para saberem mais, aconselho-vos a visitar o site e o instagram.

 

IMG_20220621_184133_383.jpg

 

No meu caso, tenho escolhido caixas que incluem o livro e mais 4 ou 5 artigos. A caixa mais recente, que tinha como tema principal o livro A Hipótese do Amor, de Ali Hazelwood, tinha 5 artigos e, ainda, um chocolate, que é um mimo que a Inês gosta de acrescentar.

 

Comecemos por uma receita de uma bebida referida no livro.

IMG_20220621_184133_478.jpg

 

A seguir, temos um porta-chaves amoroso com as cores da capa do livro.

IMG_20220621_184133_512.jpgPorta-chaves feito à mão por Luzia Coelho.

 

Também recebi estes lápis com gravações de citações conhecidas do romance.

IMG_20220621_184133_528.jpgLápis produzidos pela NOMINI.

 

E, agora, passemos para os meus artigos preferidos, como este pin fofo.

IMG_20220621_184133_523.jpgPin de Klasika - Handmade.

 

E estes marcadores magnéticos lindíssimos e adoráveis. São ilustrações da protagonista, Olive, e do interesse amoroso, Adam.

IMG_20220621_184133_517.jpgMarcadores da Magic Bookmarks.

 

E, finalmente, temos o objeto mais importante da caixa, o livro.

 

IMG_20220621_184133_532.jpg

 

A caixa é sempre preparada com muito cuidado e dedicação, como podem ver pela próxima fotografia.

IMG_20220621_184133_421.jpg

A minha caixa tinha, ainda, um marcador fofo com gatos. Foi um pequeno extra que a Inês colocou por causa de um pequeno problema que aconteceu numa outra caixa. Como podem ver, ela é muito atenciosa.

 

E, assim, chego ao fim desta publicação. O que acharam desta caixa da Once Upon a Fandom? Também gostam de Book Boxes?

 

 

 

Wishlist: Junho de 2022 (Portugal)

Junho foi um mês cheio de tentações literárias!

 

Primeiro, temos Desaparecida, um thriller de Rachel Hawkins. "Jane, recém-chegada a Birmingham, Alabama, é uma dogsitter sem dinheiro em Thornfield Estates - um condomínio fechado repleto de mansões, SUV reluzentes e donas de casa entediadas. O tipo de lugar onde ninguém vai reparar se Jane roubar, entre outras coisas, as joias descartadas nas mesinhas de cabeceira dos seus clientes abastados. Onde ninguém vai pensar em perguntar se Jane é o seu nome verdadeiro… Mas a sua sorte muda quando conhece Eddie Rochester. Recém-viúvo, Eddie é o residente mais misterioso de Thornfield Estates. A sua mulher, Bea, afogou-se num acidente de barco com a melhor amiga, e os seus corpos ficaram perdidos para sempre nas profundezas. Jane não pode deixar de ver uma oportunidade em Eddie - ele não só é rico, sério e bonito, como também lhe pode oferecer o tipo de proteção que ela sempre desejou. No entanto, enquanto Jane e Eddie se apaixonam, ela é progressivamente ensombrada pela lenda de Bea, mulher perfeita. Como pode a simples Jane alguma vez estar à altura? E conquistará o coração de Eddie antes que o seu passado - ou o dele - a venha assombrar?

Com um suspense delicioso, uma graça particular e uma refrescante sensibilidade feminina, Desaparecida vira o tabuleiro na trama habitual do romance proibido e da atração imprudente - e de uma mulher que se recusa a permanecer enterrada".

 

Foi publicado pela Bertrand Editora a 2 de junho.

 

desaparecida.png

 

Também neste dia, foi publicado, pela Editorial Presença, Os Jogos da Herança, de Jennifer Lynn Barnes. Neste primeiro livro de uma trilogia de thrillers YA, "Avery Grambs tem o seu futuro muito bem planeado: vai conseguir sobreviver ao secundário, ganhar uma bolsa de estudo e fugir dali. Mas o destino troca-lhe as voltas. a vida muda… num segundo. Quando o multimilionário Tobias Hawthorne morre e deixa toda a sua fortuna a Avery, os planos caem por terra e ela pergunta-se: Mas quem é Tobias Hawthorne, de quem nunca ouvi falar, e por que razão me fez sua herdeira?

Estamos tão espantados quanto Avery, quando, a páginas tantas, vem a segunda surpresa: para receber a herança, ela tem de se mudar, de malas e bagagens, para a Casa Hawthorne, local onde Tobias Hawthorne viveu e que espelha a sua personalidade. Em cada canto, há puzzles, códigos secretos, passagens escondidas, enigmas… E, nessa casa, estão quatro rapazes perigosos, magnéticos e inteligentíssimos. Quem são? Os netos de Hawthorne, que esperavam herdar a fortuna do avô…

Fechados na Casa Hawthorne, Avery e os quatro netos deserdados vão travar uma luta desigual por aquela fortuna. Os Jogos da Herança não são uma brincadeira de crianças… a regra é simples: nesta vertigem de vida ou morte, onde é preciso decifrar mistérios a cada passo, quem ganhar fica com… tudo. Quão longe estão dispostos a ir para vencer?"

 

os jogos da herança.png

 

Ainda a 2 de junho, foi lançado, pela Marcador, Ilusão de Amor à Espanhola, de Elena Armas, um romance contemporâneo adulto. "Catalina Martín precisa desesperadamente de um acompanhante para o casamento da irmã. Sobretudo quando perdeu o controlo da sua mentira inofensiva sobre o namorado americano. Agora toda a gente que ela conhece - incluindo o ex-namorado - estará presente.

Catalina só tem quatro semanas para encontrar alguém disposto a cruzar o Atlântico por ela e ajudar na mentira. o voo de Nova Iorque para Espanha não é curto e a sua família não será fácil de enganar… Mas mesmo assim, quando Aaron Blackford - o chato altíssimo e de olhos azuis - se oferece para ajudar, ela não se sente nada tentada a aceitar. Nunca houve homem mais irritante e insuportável.

No entanto, Catalina está desesperada e, à medida que o casamento se aproxima, mais desejável se torna a opção de Aaron Blackford..."

 

a ilusão do amor à espanhola.png

 

A próxima novidade é Romance de Verão, de Emily Henry, um romance contemporâneo adulto que promete ser, de facto, a leitura do verão de 2022. "Dois escritores. Um prazo. Uma história à espera de ser contada.

January é uma escritora romântica e uma otimista por natureza. Augustus é um escritor literário indiferente ao amor e frio por opção. Mas January e Gus têm em comum mais do que pensam. Ambos estão: Falidos. Paralisados por bloqueios criativos. Obrigados a escrever bestsellers antes que o verão acabe. A morar ao lado um do outro.

O resultado? Uma aposta para trocar de género literário e ver quem é publicado primeiro.

Durante o verão, Augustus vai escrever uma história feliz, enquanto January vai escrever o próximo Grande Romance Americano.
O risco? Ao contarem as histórias um do outro, as suas vidas poderão ficar viradas do avesso. Mas ela vai levá-lo em visitas de pesquisa dignas de um filme de Hollywood, e ele vai detestar. E ele vai apresentá-la a sobreviventes de um culto mortífero no meio do nada (obviamente) e ela vai ficar indiferente. Certo? Ambos terminarão os seus livros e ninguém se apaixonará. A sério. Mesmo a sério. É isso que vai acontecer".

 

A Quinta Essência publicou este livro a 14 de junho.

 

romance de verão.png

 

A seguir, temos uma novidade infantojuvenil de um autor português. Colégio do Templo - As Origens, de Nuno Bernardo, é a continuação de Colégio do Templo - O Corvo. "A calma parece ter regressado ao colégio. Decidida a concentrar-se na sua nova vida, a Sara não se quer envolver em investigações nos próximos tempos.

Só que as suas intenções caem por terra quando a polícia local não consegue resolver o alegado crime de uma rapariga que, indiciam as provas, esteve em dois lugares ao mesmo tempo. Sem solução para o mistério, o inspetor do caso vê-se obrigado a pedir ajuda aos alunos do colégio.

Enquanto tenta provar a inocência da enigmática Jasmim, a Sara descobre um antigo diário que a vai levar numa viagem às origens do Colégio do Templo. Afinal, quem é o professor Jorge e porque é que criou o colégio? Que segredos esconde? E acima de tudo… poderão os alunos estar em perigo?"

 

A Manuscrito Editora lançou este livro a 15 de junho.

 

Colégio do Templo - As Origens.png

 

Stranger Things - Acampamento de Ciências, de Jody Houser (escrita), Edgar Salazar e Keith Champagne (ilustração), é uma banda desenhada de Ficção Científica perfeita para os fãs da série da Netflix. "Dustin chega ao acampamento de ciências Know Where e tem de lidar com hierarquia instituída sem a ajuda do seu grupo de amigos de Hawkins. Porém, ao mesmo tempo que enfrenta o bullying de alguns dos novos colegas, uma outra ameaça assombra os jovens cientistas e os monitores do acampamento: uma figura misteriosa, com uma máscara de Albert Einstein, aparece naquele cenário bucólico com intenções sinistras. Quando os monitores começam a desaparecer uns atrás dos outros, Dustin percebe que não conseguirá resolver o mistério sozinho e terá de se pôr em sintonia com Suzie e os outros participantes antes que a tensão se torne insuportável".

 

Foi publicado pela Edições Asa a 21 de junho.

 

Stranger Things - Acampamento de Ciências.png

 

Depois, temos Como Se Fôssemos Vilões, de M. L. Rio, um thriller psicológico que é como uma carta de amor a Shakespeare. "Éramos sete nessa altura, sete almas fulgurantes com futuros prodigiosos à nossa frente. Estávamos sempre rodeados por livros e palavras e poesia, todas as paixões ferozes do mundo…

Oliver Marks era um jovem ator a estudar Shakespeare numa escola de artes de elite, um sítio mágico, isolado e elegante onde o calor ainda provinha da lareira e as palavras se guardavam entre capas de couro. Oliver cedo reparou no quanto os seus colegas se assemelhavam na vida real aos papéis que assumiam em palco - o vilão, o herói, o tirano, a sedutora.

Ele, porém, parecia condenado a representar personagens secundários. Mas quando os professores decidiram agitar as águas e trocar a ordem pré-estabelecida, a rivalidade amigável depressa deu lugar a sentimentos mais mesquinhos, e a ação ultrapassou a esfera do teatro… para culminar numa trágica morte em plena noite de estreia.

Dez anos passaram, e Oliver acaba de cumprir pena de prisão pelo assassinato de um dos seus melhores amigos. À sua espera está o homem responsável pela sua detenção, que não desiste de saber o que realmente aconteceu. Pois algo naquela história não bate certo… Estará Oliver finalmente preparado para contar e verdade?"

 

Também foi lançado pela Edições Asa a 21 de junho.

 

Como Se Fôssemos Vilões.png

 

Mais um livro do universo do Stranger Things foi publicado no mês passado. Desta vez, foi um romance sobre Robin. Em Stranger Things - Robin, a Rebelde, de A. R. Capetta, "o décimo ano está a começar e os membros do Esquadrão Singular decidem que, desta vez, vão tentar adaptar-se e agir normalmente. Robin conhece bem esse jogo — afinal, tem vindo a fingir há anos, esperando que ninguém repare na sarcástica e poliglota trompetista com uma péssima permanente ao fundo da sala.

Mas há um aspeto da sua identidade de que só agora se apercebe e que não encaixa com a sua imagem cuidadosamente controlada: Robin gosta de raparigas.

Como poderá Robin ser ela própria na minúscula cidade de Hawkins, no Indiana? Ela está convencida de que a única maneira de experimentar a vida real é fugir para a Europa no verão — um projeto a que dá o nome de Operação Croissant. Só que não tem dinheiro, autorização nem ninguém com quem partilhar a aventura — e, na verdade, será preciso muito mais do que isso para escapar de Hawkins".

 

A Nuvem de Tinta publicou este livro a 27 de junho.

 

Stranger Things - Robin, a Rebelde.png

 

E, por fim, temos Procura-se Namorado, um romance contemporâneo adulto de Alexis Hall.

"PROCURA-SE:
Um namorado (falso)
Que seja praticamente perfeito

Luc O’Donnell, infelizmente, é famoso. Bom... mais ou menos. Filho de duas estrelas de rock, Luc não aprecia a atenção que as revistas lhe dão. Com o pai outra vez na ribalta, ele está sob os holofotes e, ao ser publicada uma fotografia sua comprometedora nos jornais britânicos, a sua reputação, já prejudicada, ameaça arruinar-lhe a carreira em ascensão.

Por isso, formula um plano: para limpar a imagem, só precisa de um namorado normal e bonzinho, e Oliver Blackwood é o mais normal e bonzinho que existe: é advogado, vegetariano e basicamente alérgico a qualquer tipo de escândalo. Noutras palavras, é o namorado perfeito. O problema é que, além de serem ambos gays, solteiros e precisarem de um acompanhante para um evento, Luc e Oliver nada têm em comum.

A solução é fingirem que namoram, até que a poeira dos media assente. Mas o problema com os namoros a fingir é que podem parecer-se muito com os namoros a sério".

 

A Desrotina Editora lançou este romance a 30 de junho.

 

Procura-se Namorado.png

 

 

E termino, assim, a wishlist relativamente aos lançamentos de junho em Portugal. O que acham destes títulos?