Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Folklore Book Tag

Há uns dias, o Blogger eliminou quase toda a minha opinião sobre Eliza e os seus monstros devido às atualizações da sua interface. Como não gostei do que aconteceu, durante dias, pensei em transferir o blogue para o Wordpress. E foi o que aconteceu. Na segunda-feira, "inaugurei" a nova "casa" do meu blogue e publiquei este book tag.

Estava a correr tudo bem até hoje. Estava a rever o artigo que seria publicado esta tarde quando reparei que esta plataforma também fez mudanças na sua interface. Felizmente, não perdi nada. Contudo, a plataforma está péssima agora. Está cada vez menos intuitiva para quem cria conteúdos, na minha opinião. Posto isto, voltei para o Blogger, que parece já ter resolvido os problemas que teve há uns dias.

Hoje, então, publico, novamente, esta book tag. Amanhã, poderão ler a nova opinião que escrevi sobre Eliza e os seus monstros.


Esta book tag, inspirada no novo álbum da Taylor Swift, folklore, foi criada por Ilsa @ A Whisper Of Ink e está em inglês. Por isso, traduzi tudo.

Regras:

  • Publica o link da criadora: Ilsa @ A Whisper Of Ink;
  • Seleciona, pelo menos, 3 outras pessoas para responderem às perguntas;
  • Coloca as regras e as perguntas na publicação;
  • Agradece quem te nomeou e deixa o link dessa pessoa.



the 1 - Um livro cujo final deixou-te sem palavras.

O último livro da trilogia Divergente, Convergente, de Veronica Roth, surpreendeu-me, pois a autora decidiu acabar a história da protagonista de uma forma que, certamente, iria desagradar imensos fãs da trilogia. No meu caso, não fiquei zangada, mas foi uma surpresa, uma vez que nunca pensei que a autora fosse fazer algo que muitos leitores iriam odiar e, na minha cabeça, aplaudi o que ela fez, tendo em conta que ela foi para a frente com o que ela queria e não com o que os leitores queriam ler.

Uma das edições portuguesas.



cardigan - Um livro que te faz sentir feliz e triste ao mesmo tempo.


O Canto de Aquiles, de Madeline Miller, é um livro com uma escrita bonita, mas, tendo em conta que é baseada na trágica história de Aquiles e Pátroclo, é, também, um livro triste.

Podem ler a minha opinião sobre este livro aqui.

Bertrand.pt - O Canto de Aquiles
Capa da edição portuguesa.

 

 

the last great american dynasty - Um livro com uma história fascinante e muito bem contada.


Ainda não escrevi a minha opinião sobre The Poet X, de Elizabeth Acevedo. No entanto, este romance em verso é um dos livros mais bem escritos de sempre e a história é extraordinária.


The Poet X by Elizabeth Acevedo

 

 

exile - Um livro que gostarias de nunca ter lido.


The Catcher in the Rye/À Espera no Centeio, de J. D. Salinger, é um dos piores livros que já li na minha vida e nunca irei perceber como é possível adorarem tanto o protagonista e acharem que a escrita do autor é estupenda…


Bertrand.pt - À Espera no Centeio
Uma das edições portuguesas.


 

 

my tears ricochet - Um livro que te fez chorar incontrolavelmente.


Acho que isso nunca aconteceu. É muito raro chorar por causa de um livro. Quando leio, sinto a alegria ou a tristeza no coração e não através dos olhos.



mirror ball - Um livro que parece ter sido escrito apenas para ti.


Eliza e os seus monstros, de Francesca Zappia, é um romance YA contemporâneo que tem muito a ver comigo. A protagonista desenha webcomics, ou seja, é uma artista. Eu gosto de criar histórias na minha cabeça que, um dia, serão desenvolvidas e escritas. Por isso, de certa forma, também sou uma artista. Não tenho ansiedade nem depressão como a protagonista, mas partilhamos a timidez e a vontade de consumir arte.

Posto isto, de facto, sinto que o livro foi como uma prenda para mim.


Bertrand.pt - Eliza e os Seus Monstros
Edição portuguesa.


 

 

seven - Um livro da tua infância que te faz sentir nostálgica.


Quando era criança, adorava os livros da Anita. Sempre que olho para eles, penso na minha infância.


Anita e a Prenda de Anos (Série Anita, #3) by Gilbert Delahaye
Este livro era um dos meus favoritos.


 

 


august - Um livro que te faz lembrar o verão.


Raparigas Como Nós, o romance contemporâneo YA da Helena Magalhães, tem muito a ver com o verão. Não só a capa tem as cores típicas desta estação do ano, como há momentos no enredo que são passados no verão. Além disso, é um livro com uma escrita leve e, por isso, é uma boa leitura de praia. Ainda não escrevi a minha opinião sobre este romance, mas será publicada ainda este ano.


Bertrand.pt - Raparigas como Nós
Raparigas Como Nós é o primeiro romance contemporâneo desta autora portuguesa. Ficou em segundo lugar na categoria de melhor livro de ficção lusófona no Prémio Livro do Ano 2019.


 

 

this is me trying - Um livro que lida com a solidão e a tristeza.


Sadie, de Courtney Summers, é um romance contemporâneo de mistério para jovens-adultos que aborda assuntos muito pesados, havendo solidão e tristeza. Fala sobre pedofilia, raptos, abuso sexual, entre outros assuntos.

É mais um livro cuja opinião ainda não escrevi, mas será publicada ainda este ano também.


Bertrand.pt - Sadie
Edição portuguesa.


 

 

illicit affairs - um livro que te deu uma ressaca literária.


Normalmente, uma ressaca literária acontece quando acabamos de ler um livro muito bom e, ao começarmos a ler outro, não conseguimos parar de pensar no primeiro livro e, por isso, nem sequer queremos ler o outro. Isto já aconteceu algumas vezes comigo.

Isto aconteceu quando eu acabei de ler A Fórmula do Amor, de Helen Hoang. Podem ler a minha opinião sobre este livro magnífico aqui.


Bertrand.pt - A Fórmula do Amor
Edição portuguesa.


 

invisible string - Um livro que apareceu na tua vida no momento certo.


A trilogia Os Jogos da Fome, de Suzanne Collins, apareceu num momento da minha vida em que ainda não sabia o que queria fazer no futuro. Estes livros mostraram-me que a literatura é algo que tem mesmo de fazer parte da minha vida e do meu percurso profissional.


Bertrand.pt - Os Jogos da Fome
Edição portuguesa do primeiro livro da trilogia.


 

 

mad woman - um livro com uma personagem feminina que adoras.


Adoro a Delilah Bard, da trilogia Sombras de Magia, de V. E. Schwab. É uma lutadora interessante e que não tem papas na língua. Sabe que é boa no que faz e não deixa que os outros desvalorizem os seus talentos.

Podem ler as minhas opiniões sobre os dois primeiros livros aqui e aqui.


Bertrand.pt - Uma Magia Mais Escura
Edição portuguesa.


 

 

epiphany - Um livro que é assustador.


Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago, não é um livro de terror. No entanto, é um estudo de como os seres humanos poderiam reagir perante uma pandemia que provoca cegueira. Os comportamentos e as atitudes de muitas personagens deste livro são mesmo assustadores.

Podem ler a minha opinião sobre este livro aqui.


Bertrand.pt - Ensaio sobre a Cegueira
Uma das capas portuguesas.

 

 

betty - Um casal literário que te enche de enternecimento.


Li E se formos nós, de Becky Albertalli e Adam Silvera, no início deste ano, o que significa que ainda não escrevi uma opinião sobre este YA contemporâneo. No entanto, posso já dizer que o casal deste livro tem momentos fofos. Ainda assim, vou alterar um pouco esta pergunta, pois gosto mais de um dos rapazes da relação do que do outro. Arthur é muito desajeitado, mas também é muito fofo. Não gostei tanto do Ben, mas gostei da relação estranha e adorável deles.


Bertrand.pt - E se Formos Nós
Edição portuguesa.


 

 

peace - Uma personagem por quem morrerias por gostares dela.


Gosto de muitas personagens. Portanto, vou deixar esta pergunta sem resposta.


hoax - Um livro que pensavas que irias gostar, mas não gostaste.


Há uns anos, comprei Lucrécia – A Princesa do Vaticano, de C. W. Gortner. Comecei a ler este romance histórico em junho. Pensava que iria gostar do livro, pois é sobre os Bórgia, focando-se na Lucrécia. Contudo, não acabei de ler este romance porque as cenas de violação eram desnecessárias e deixaram-me desconfortável.


Bertrand.pt - Lucrécia Bórgia
Edição portuguesa.


 

E a book tag termina aqui! O que acharam destas respostas? Já ouviram folklore? Gostaram do álbum?