Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Opinião [Cinema]: P.S. I Still Love You

To All the Boys: P.S. I Still Love You (2020)
Poster oficial do filme.
Fonte.
P.S.: Esta opinião é sobre a sequela do filme To All the Boys I've Loved Before, o que significa que poderá haver spoilers relativamente ao primeiro filme/livro. Se ainda não leram a minha opinião sobre o primeiro livro, podem clicar aqui.


P.S. I Still Love é a continuação da história de To All the Boys I've Loved Before, sendo, portanto, baseado no romance homónimo de Jenny Han. Neste segundo filme, Lara e Peter são um casal oficial e vemos os dois a serem amorosos em público. No entanto, um dia, quando Lara começa o seu trabalho como voluntária num lar de idosos, ela encontra um outro rapaz que amava quando era mais nova, John Ambrose. Depois desse reencontro e de certas atitudes de Peter, Lara começa a refletir na sua relação. Será que Peter é o rapaz ideal? Ou será que John é o seu amor verdadeiro?


Tal como o primeiro filme, esta adaptação cinematográfica é muito fofinha e cheia de clichés engraçados. Desta vez, a atriz que interpreta Lara Jean, Lana Condor, não esteve na sombra de Noah Centineo, que interpreta Peter Kavinsky (acho que ela foi a verdadeira estrela no primeiro filme, mas as pessoas focaram-se demasiado no Centineo). O guarda-roupa continua impecável, bem como a decoração dos locais, como o quarto da Lara. Mas o filme soube a pouco.


Ainda não li o livro e, por isso, não posso dizer se o filme se mantém fiel ao que Jenny Han escreveu. Apesar disso, afirmo que é uma história bonitinha e que retrata bem alguns temas típicos de histórias sobre adolescentes, como as dúvidas sobre rapazes, a própria adolescência e a importância das amizades e da família. Contudo, parecia que faltava qualquer coisa na história. O ambiente estava um pouco mais pesado e sério, o que é normal, pois a intenção é acompanhar os passos de Lara Jean à medida que ela cresce enquanto adolescente. Não sei como é no livro, mas o filme centrou-se demasiado no triângulo amoroso. Não haverá mais nada para explorar? Por exemplo, poderiam ter mostrado mais a dinâmica familiar, algo muito evidente no primeiro filme, mas praticamente ausente neste. Não mostraram muito as amizades de Lara. Também mostraram muito pouco a sua vida como estudante. Como disse, foi demasiado sobre o amor por um rapaz ou pelo outro.


Bertrand.pt - P.S. Ainda Te Amo
Capa da edição portuguesa do livro.
Fonte.

De qualquer forma, os atores fizeram um excelente trabalho. Noah Centineo continua a desempenhar o seu papel de uma maneira "fixe", enfim, tem de ser o rapaz não muito sério e popular da escola. Portanto, não melhorou nem piorou desde o primeiro filme. A grande estrela é Lana Condor e ainda bem. Devido à personalidade da personagem do Noah Centineo, acho que muita gente não valorizou o trabalho da Condor tanto quanto isso. Aliás, dá para ver as ofertas posteriores dos dois. Centineo recebeu propostas de papéis relativamente importantes, mas Condor não. É injusto, pois sempre achei que Lana Condor era a luz da história, não apenas por ser a protagonista, mas também por ser muito talentosa. É tão bom vê-la representar uma rapariga ingénua, querida, divertida e sonhadora. Como li o primeiro livro, posso dizer que ela é mesmo Lara Jean. Espero que ela tenha mais propostas de trabalho em breve.
Também destaco Jordan Fisher, o ator que interpretou a outra peça do triângulo amoroso, John Ambrose. Acho que John (pelo menos, quanto ao filme) é mais ou menos como uma versão masculina de Lara, portanto, gostei muito desta personagem. Não conheço a personagem do livro, mas parece-me que Fisher fez um bom trabalho. Ele encantou-me. Realço, ainda, Anna Cathcart, a atriz que interpreta a irmã mais nova de Lara Jean, Kitty. Tal como no primeiro filme, ela foi muito divertida. A atriz mostrou bem o cliché da irmã mais nova chata.


para-todos-os-garotos-que-ja-amei-ps-ainda-amo-voce-lara-jean-kitty-coreia
Da esquerda para a direita: Kitty (Anna Cathcart) e Lara Jean com vestes coreanas (hanbok) para celebrar o Ano Novo coreano.
Fonte.


Antes de terminar esta opinião, pretendo salientar a beleza da cinematografia deste filme. Que cores tão lindas! O filme é toda uma explosão de cores e de cenários lindos, principalmente a festa realizada no lar de idosos. As pessoas responsáveis pela decoração dos espaços, pelas roupas e pela edição do filme estão de parabéns.



Resultado de imagem para lara jean's bedroom p.s. i still love you
Lara Jean (Lana Condor) no seu quarto.
Fonte.
Resumindo, P.S. I Still Love You é ainda mais lamechas do que o primeiro e valoriza demasiado o drama do triângulo amoroso, não sendo possível dar mais tempo de antena aos amigos e à família de Lara Jean, por exemplo, ou até mesmo à sua experiência como estudante do ensino secundário. Todavia, não deixa de ser um filme leve e adorável que pode ser visto num fim de semana com toda a família.


Classificação: 3.5/5 estrelas.


Trailer de P.S. I Still Love You.