Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Opinião: Endgame- A Chamada, de James Frey e Nils Johnson-Shelton

Estou a ler
Sinopse retirada do site da Bertrand: Eles chegaram à Terra há 12 mil anos. Vieram dos céus e criaram a humanidade. Quando se foram embora deixaram um aviso: um dia iriam voltar... E quando voltassem, teria início o grande jogo, o Endgame. Ao longo de dez mil anos, as doze linhagens originais existiram em segredo, mantendo sempre, cada uma delas, um jogador preparado para entrar em ação a qualquer momento. O Endgame era sempre uma possibilidade, mas agora que eles voltaram, tornou-se uma realidade, e os doze jovens jogadores estão a postos para entrarem no grande jogo que decidirá o futuro do planeta e da humanidade. Só um pode vencer. Só a linhagem do vencedor será salva. Vence quem encontrar primeiro as três chaves escondidas algures na Terra. E é sobre a busca da primeira chave que se centra este primeiro livro da série. 

Endgame não é apenas um livro. Endgame é uma experiência multimédia a nível mundial inovadora, que inclui um jogo revolucionário construído pela Niantic Labs (Google) através da qual é possível jogar uma versão do Endgame no mundo real. No fim, há um prémio para o primeiro a conseguir resolver o puzzle oculto no livro: meio milhão de dólares em ouro.



Opinião: Ainda sinto-me um pouco entusiasmada após a leitura deste fabuloso livro! Meu Deus, que aventura que isto foi!

Reparei no Goodreads (site onde podemos colocar as opiniões de livros, entre outras coisas relacionadas com livros) que muita gente apenas leu a sinopse e chegou a uma única conclusão: "cópia barata d' Os Jogos da Fome". No entanto, eu não sou assim tão má e, uma vez, disse à minha melhor amiga que gostaria que alguém me oferecesse este livro nos meus anos. Como uma querida que é, ela ofereceu-mo! Fiquei radiante, pois mal vi o livro nas minhas mãos, soube que iria gostar muito dele. Porém, nunca pensei que fosse amá-lo!

É um livro extremamente entusiasmante, repleto de ação, enigmas e mistério! Portanto, quanto ao enredo, deparamo-nos com uma história impressionante que, sem dizer muito, envolve uma espécie que não é humana (claro que os autores não revelaram muito acerca disso) e que é responsável pela criação da vida humana no nosso planeta e, por sua vez, pelas construções misteriosas espalhadas pelo globo. Estamos perante 12 adolescentes que, ao longo das suas vidas, sempre tiveram treinos intensivos e aulas especializadas para que pudessem solucionar o Endgame, que decidirá o futuro do planeta Terra. Deste modo, a vida do planeta Terra está nas mãos de 12 jovens. Talvez seja por isso que as pessoas, no Goodreads, estejam a dizer que este livro é demasiado parecido ao Os Jogos da Fome. Contudo, essas pessoas estão terrivelmente erradas. Só há duas semelhanças: o facto de haver adolescentes e de estes terem que participar num jogo, o Endgame, que é completamente diferente do conceito dos Jogos da Fome. Não pretendo dizer mais nada quanto ao enredo, pois teria que dizer muitos spoilers e não quero estragar a leitura a ninguém! Só fica aqui ESCLARECIDO que este livro nada tem a ver com a trilogia de Suzanne Collins.

Quanto às personagens, é claro que fiz uma ligação mais profundas com umas, enquanto não senti grande compaixão pelas outras. Ainda assim, são todas muito diversificadas, apesar de todas terem um objetivo único (vencer o Endgame) e cada uma é complexa à sua maneira. Todas elas surpreenderam-me muito e gostei disso, ou seja, tornou o enredo mais surpreendente, sem clichés ou cenas previsíveis.

Em relação à escrita, esta é muito simples, aprazível e muito visual, isto é, ao longo da obra, sentia-me uma autêntica realizadora de filmes! Os cenários são muito claros nas nossas mentes, assim como as cenas de lutas das personagens, cenas estas que foram descritas de uma forma incrível e surpreendente, sem complicações.

Concluindo, não tenho muito mais a dizer, a não ser isto: LEIAM ESTE LIVRO! ^^

Classificação: 10/10 estrelas