Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Opinião: Ficarei à Tua Espera, de Michael Baron

Nota: Pode conter spoilers para quem ainda não leu o livro.

A ler:

Meu resumo: Este livro fala-nos da vida atribulada de Gerry Rubato, que tem uma filha de 17 anos desaparecida com o seu namorado mais velho; que teve um filho, Reese, mas a sua mulher, Maureen, morreu tempos depois do nascimento do menino. Assim, Gerry passou a ser um pai solteiro, com uma filha desaparecida e com um bebé para criar. Ao passar por tudo isto, Gerry tem novas emoções, novas e velhas dúvidas, mas sempre à procura de esperança de que tudo um dia tudo se resolva, apesar de a sua querida mulher nunca mais voltar. Contudo, é no trabalho que conhece Ally, uma jovem mulher que lhe trará novas emoções e esperanças, mas também dúvidas e medos. Apesar desta, também fica mais próxima de Codie, sua cunhada, com quem partilha todas essas experiências, havendo uma grande amizade entre eles. Como será que Gerry vai lidar com os seus medos e os seus desejos?

Opinião: Gosto muito dos temas abordados neste livro. Infelizmente, são problemas "frequentes" no dia a dia de algumas pessoas, que não sabem como lidar com elas. Este livro mostra isso mesmo, como este personagem, Gerry, lida com tudo isto. Está bem explícito os seus altos e baixos, as suas dúvidas e os seus medos, e também as suas esperanças e o seu desempenho quanto ao papel de pai. Para além de apresentar os problemas deste homem, também apresenta os problemas da sua cunhada (como é o caso da sua baixa auto-estima), os problemas da sua filha adolescente Tanya (que tinha ciúmes da forte e amorosa relação dos seus pais).
Contudo, apesar de ter gostado destes temas, penso que o autor devia tê-los desenvolvido mais. Por exemplo, não gostei muito do fim. Foi algo muito "positivo", ou seja, ficou, praticamente, "tudo resolvido" repentinamente. Também achei a sua escrita um pouco simples, mas que, ainda assim, é cativante devido aos temas abordados. No entanto, tinha algumas expetativas quanto a este livro, apesar de, ainda assim, ter adorado a sua leitura, foi algo de enriquecedor, dando-nos uma outra perspetiva quanto à vida. Aliás, o importante deste livro, por mim, é a mensagem que apreendi:

Nunca devemos de deixar de nos preocupar com os nossos ente queridos. Ou então nunca devemos de lhes prestar menos atenção. De um momento para o outro, podem já não estar junto de nós, podem ter ido embora para sempre, ou até mesmo temporariamente. Ainda assim, tudo isto causa muito sofrimento. Por isso, devemos aproveitar o presente ao máximo, valorizar o passado e também pensar no futuro, mas temos que viver um dia de cada vez, e que o que conta é o hoje.

Classificação: 3.5/5