Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Opinião [KDrama/Dorama]: Romance is a Bonus Book

Série :: Romance is a Bonus Book - Clube do Farol
Um dos cartazes promocionais do kdrama.
Fonte.


Romance is a Bonus Book é uma série televisiva coreana contemporânea e romântica que estreou em janeiro de 2019 e que está em plataformas como a Netflix. Os seus protagonistas são Cha Eun-Ho, interpretado por Lee Song-Juk, e Kang Dan-Yi, interpretada por Lee Na-Young. Eun-Ho é um editor e escritor conhecido e bem sucedido que há muito está apaixonado por Dan-Yi, uma mulher mais velha do que ele que estudou marketing e tinha emprego antes de se casar. Após o seu casamento, passou a ser uma dona de casa que tudo faz pelo seu marido e pela filha. Contudo, ela divorcia-se e passa por grandes dificuldades até que, um dia, consegue arranjar emprego na editora de Eun-Ho sem ele saber. Para que ninguém pense que ela conseguiu o lugar graças ao amigo, eles fingem ser desconhecidos, apesar de até viverem juntos.
Serão capazes de serem indiferentes quando estão juntos na editora ou os sentimentos irão falar mais alto?


Com a fama do grupo coreano BTS e o sucesso do filme Parasitas, muitas pessoas, cada vez mais, consomem produtos do entretenimento coreano. Para quem gostaria de começar a ver kdramas, penso que esta série é um bom primeiro passo a dar num caminho que promete ser longo, isto é, há mesmo muitos kdramas para ver e imensos atores talentosos na televisão da Coreia do Sul por conhecer.


É o caso dos atores que dão as suas caras aos protagonistas. Lee Song-Juk é um dos atores mais conhecidos entre o público mais jovem e feminino. Com um ar amoroso e performances incríveis, não é uma surpresa que tenha tantos fãs. O seu charme inocente e o seu talento para interpretar personagens carismáticas e atraentes fizeram, penso eu, com que ele fosse o escolhido para desempenhar o papel de um escritor e editor bonito, inteligente e sedutor. Mas ele e a sua personagem não são apenas carinhas bonitinhas. Lee Song-Juk soube tornar Eun-Ho num homem misterioso e sensível que é capaz de fazer mais do que é necessário pelas pessoas que ama. Além disso, foi um editor credível.



Eun-Ho (Lee Jong-suk) é o protagonista Romance is a Bonus Book ...
Lee Song-Juk é Cha Eun-Ho, a personagem principal masculina.
Fonte.



Lee Na-Young não fica nada atrás. A sua personagem, Kang Dan-Yi, é algo que não é muito comum existir nos kdramas, pois é um pouco tímida e uma mulher mais velha. Mas não é exatamente por isso que quebra com as personagens femininas convencionais das séries coreanas. É uma mãe que tirou os seus estudos há alguns anos e está desempregada, ou seja, é muito difícil para ela encontrar emprego, atualizar os seus conhecimentos e aprender como é o mercado de trabalho atualmente. É, portanto, na verdade, uma das personagens mais reais que já vi num kdrama. Muitas séries coreanas preferem focar-se nos problemas amorosos e no humor, mas esta história ultrapassa isso, falando sobre o mundo editorial, o mercado do trabalho e a vida adulta. É através desta personagem que este kdrama dá a conhecer as dificuldades que uma pessoa nos seus quase 40 anos tem para encontrar um emprego, ter uma casa e sustentar a sua filha. Também mostra como é possível uma pessoa mais velha desafiar o desconhecido e crescer ao aprender coisas completamente novas. A vida não deixa de ser interessante, encantadora e cheia de novidades só porque alguém já não tem 20 ou 30 anos. Kang Dan-Yi é uma grande lição de vida para os mais novos e os mais velhos.



Romance is a Bonus Book preview: What to expect in new tvN K-Drama ...
Lee Na-Young interpreta a personagem principal feminina, Kang Dan-Yi.
Fonte.


Um aspeto positivo dos kdramas é a atenção que dão às personagens secundárias. Elas não existem para apenas fazer parte das vidas dos protagonistas e desenvolver o enredo a favor deles. Cada uma delas também tem a sua história e a sua personalidade. Às vezes, acabam por ser mais interessantes do que os protagonistas. Este kdrama tem imensas personagens secundárias complexas e que enriquecem a série. Uma das minhas personagens secundárias favoritas desta série é Song Hae-Rin, interpretada por Jung Yoon-Ji. É uma editora extremamente profissional, mas também muito simpática e divertida. No início, parecia ser apenas alguém que iria tornar complicada a relação entre os protagonistas, uma vez que ela gostava de Cha Eun-Ho. Contudo, revelou ter uma personalidade forte e fascinante graças ao seu amor pelos livros e à maneira de ser dela.
Outras personagens secundárias são importantes de um ponto de vista temático. Na editora, trabalha um casal que, entretanto, dá início ao processo do divórcio. Através deles, vemos como pessoas que já não se amam conseguem trabalhar juntas e como é possível elas ainda manterem uma relação amigável. Também há estagiários que acabaram de sair da universidade, ou seja, são personagens que representam todos os jovens que acabam os estudos e entram no mundo de trabalho com pouca experiência. Há uma outra personagem, Ko Yoo-Sun, que representa as mulheres que preferem ignorar a vida amorosa para se concentrarem na carreira profissional. Ainda assim, ela pensa, por vezes, sobre como a sua vida seria diferente se tivesse casado e sente alguma melancolia. Não querendo dar spoilers, ela acaba por ter um namorado, percebendo que as duas coisas podem existir na sua vida se ela quiser.



Romance is a Bonus Book", ultimo drama di Lee Jong Suk prima dell ...
Personagens principais no centro e personagens secundárias nas laterais.
Fonte.

Como podem ver pelas apresentações das personagens, o kdrama tem tudo para ter sucesso. As personagens parecem ser reais e o enredo é aprazível, não ignorando problemas da vida real, como o desemprego, a inexperiência da juventude no mundo do trabalho, o divórcio, etc. A tudo isto, junta-se a importância que a história dá à literatura. Um dos momentos mais marcantes da série tem a ver com um dos editores da empresa que luta imenso pelos poetas que a editora publica, mas que acabam por cair no esquecimento, pois, na Coreia do Sul, os leitores não consomem muita poesia. Esse editor até chora ao ver que ninguém quer saber da poesia, nem sequer as editoras. Noutros momentos da série, vemos livros a serem destruídos porque já não podem ser vendidos. Também vemos a forma como as editoras estudam o mercado e trabalham conforme os gostos dos leitores e os sucessos recentes. Portanto, é um kdrama mesmo muito interessante para quem gostaria de saber mais sobre o mundo editorial.


Em suma, Romance is a Bonus Book é sobre o amor que sentimos pelos outros, bem como pelos livros. Com personagens divertidas e impressionantes, um enredo simples, mas baseado em assuntos da vida real, e o mundo editorial como o cenário principal, este kdrama tem tudo para ser um sucesso entre pessoas pouco experientes no mundo das séries coreanas, bem como entre leitores e pessoas que desejam saber mais sobre o funcionamento das editoras. Recomendo muito a visualização deste kdrama.


Classificação: 5/5 estrelas.