Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Biblioteca da Daniela

A Biblioteca da Daniela

O verão começa hoje. Para muitos, acaba por ser a estação em que leem mais livros. Por isso, não poderia deixar de recomendar alguns!

 

Começo por um livro de terror YA que acabei de ler ontem. You're Not Supposed to Die Tonight, de Kalynn Bayron, tem um estilo de escrita viciante e um enredo com reviravoltas impressionantes. Portanto, uma boa leitura para este verão.

Sinopse:  Charity Curtis tem o emprego de verão dos seus sonhos, desempenhando o papel de “Final Girl" em Camp Mirror Lake. Os visitantes pagam para ficarem assustados neste jogo de terror de contacto total, enquanto Charity e a sua equipa de verão recriam cenas de um clássico filme de terror, Curse of Camp Mirror Lake. Quanto mais realista for o medo, melhor para os negócios.

Mas, no último fim de semana da temporada, os colegas de trabalho de Charity começam a desaparecer. E, quando um deles acaba morto, o papel de Charity como a "Final Girl, de repente, torna-se muito real.

Se Charity e a sua namorada Bezi esperam sobreviver à noite, elas precisarão descobrir do que esse assassino está à procura. Há mais na história de Mirror Lake e o seu passado perigoso do que Charity jamais suspeitou?

 

 

A próxima recomendação é um romance gráfico sobre autodescoberta, amizades e mudanças na dinâmica familiar. Tem ilustrações bonitas e uma história interessante.

Sinopse: Morgan, de quinze anos, tem um segredo: ela mal pode esperar para escapar da pequena ilha perfeita onde mora. Ela está desesperada para terminar a escola e escapar da sua triste mãe divorciada, do seu volátil irmão mais novo e, o pior de tudo, do seu grande grupo de amigos... que não entende Morgan. Porque, na verdade, o maior segredo de Morgan é que ela tem muitos segredos, inclusive aquele sobre querer beijar outras raparigas.

Então, uma noite, Morgan é salva de um afogamento por uma rapariga misteriosa chamada Keltie. Elas tornam-se amigas e, de repente, a vida na ilha não parece mais tão sufocante. Mas Keltie tem alguns segredos próprios e, à medida que as meninas começam a apaixonar-se, tudo o que cada uma delas está a tentar esconder irá vir à tona... esteja Morgan pronta ou não.

 

 

A seguir, temos Guia de uma Rapariga Cubana para o Chá e o Amanhã, de Laura Taylor Namey. É um romance contemporâneo YA sobre o luto, sonhos, amores e desamores e autodescoberta. Além disso, é uma leitura doce por incluir muitas sobremesas e outros pratos deliciosos.

Sinopse: Do sol de Miami até ao aconchego do verão numa pequenina cidade inglesa, este é um romance sobre luto, superação, descoberta do amor e autoconhecimento.

A última coisa que Lila esperava era passar o verão em Inglaterra. Porquê? Ora, porque ela tinha planos muito bem definidos. Vejamos: 1) ficar no lugar que era antes da sua avó, no negócio da família; 2) ir morar com a melhor amiga, depois de se formar; 3) viver feliz para sempre, claro, com o namorado. Mas isso foi antes de tudo desmoronar. Isso foi antes de lhe acontecerem aquelas três péssimas coisas, de seguida. Antes de lhe acontecer o que designa a sua trifeta.

Agora, os pais decidem que ela deve passar três meses com amigos da família em Winchester, para se restabelecer. Mas ali não há sol como em Miami. Ali, só há coisas sensaboronas - da comida ao resto. É um pesadelo. Quer dizer, era, até ela conhecer um certo Orion, que trabalha na loja de chás Maxwell. Orion também tem os seus problemas, mas quer fazer tudo para ajudar Lila a superar os dela: está decidido, ele será o guia de Lila naquele verão. E é então que, rapidamente, a tristonha Inglaterra ganha nova cor. Quando a paixão espreita e o amor começa a invadir-lhe o coração, Lila pondera largar tudo - Miami, o futuro que planeou, as suas raízes - para viver aquele sonho. Porém, a vida dá voltas e voltas até sabermos onde vai desaguar.

 

 

Não poderia deixar de incluir uma antologia de contos que se passam em Nova Iorque, em pleno verão e com um apagão que abala com as vidas das jovens personagens! Estou a falar de Blackout - O Amor Também Brilha no Escuro, de Angie ThomasAshley WoodfolkDhonielle ClaytonNic StoneNicola Yoon e Tiffany D. Jackson.

Sinopse: Estamos em Nova Iorque, em pleno verão, e uma onda de calor deixa a cidade às escuras. Mas enquanto a confusão se instala, outra energia começa a produzir faíscas...

É verão na cidade que nunca dorme. Uma onda de calor invade Nova Iorque, subitamente, e um apagão apanha todos desprevenidos: multidões invadem as ruas, o metro deixa de funcionar e há filas e filas de carros nas estradas. O sol põe-se e a escuridão abraça a cidade. Mas seis jovens casais começam a sentir outra espécie de eletricidade no ar…

Um primeiro encontro. Amigos de longa data. Ex-namorados cheios de ressentimento. Duas raparigas que parecem feitas uma para a outra. Dois rapazes que se escondem por detrás de máscaras. E um namoro onde as dúvidas não param de surgir.

Debaixo de um céu tão escuro quanto as ruas, numa cidade em que todos parecem estar perdidos, há 12 pessoas que se vão encontrar. Os sentimentos iluminam-lhes o caminho, as relações transformam-se, o amor ganha vida e surgem novas possibilidades - até ao maravilhoso culminar daquela noite, numa festa a céu aberto, em Brooklyn.

Envolvente, apaixonante e inesquecível, este romance interliga as histórias de seis casais, numa celebração de amor, esperança e força, pelas mãos de seis das mais aclamadas autoras YA da atualidade.

 

 

 

Também tenho mesmo de vos recomendar um livro que se passa no mar. É uma Fantasia YA inspirada na mitologia coreana e pode ser um bom primeiro passo para leitores pouco habituados ao género fantástico. Estou a falar sobre A Rapariga que Caiu no Mar, de Axie Oh.

Sinopse: Quando uma das mais extraordinárias lendas coreanas é recontada sob uma perspetiva feminina... sigam o fio do destino.

Há muitas gerações que a terra onde Mina nasceu é palco de terríveis tempestades. O Deus do Mar, antigo protetor do lugar, amaldiçoou todos os que nela habitam. Para tentar que a sua ira não seja tão devastadora, todos os anos sacri­ficam uma rapariga, lançando-a para as profundezas da água salgada - chamam-lhes as noivas do Deus do Mar.

Desta vez, todos acreditam que Shim Cheong, a belíssima amada de Joon, irmão de Mina, pode quebrar a maldição. Porém, na noite do sacrifício, Joon segue a mulher que ama, mesmo sabendo que isso pode pôr a sua vida em risco. Mina, disposta a tudo para salvar o irmão, acaba por mergulhar no lugar de Shim.

Viajando até ao Reino dos Espíritos, conduzida por um dragão, Mina vê que o Deus do Mar está preso num sono encantado e que todos - ali e à superfície - correm perigo. É então que a nossa protagonista decide partir numa missão para acordar o Deus do Mar e quebrar a maldição. Mas um humano não pode viver durante muito tempo no Reino dos Espíritos, e os perigos estão apenas a começar…

 

 

 

Para terminar esta onda de livros YA, e querendo incluir um livro com mistérios e segredos nesta lista, temos Ás de Espadas, de Faridah Àbíké-Íyímídé. 

Sinopse: Quando dois alunos da elitista escola privada Niveus, Devon Richards e Chiamaka Adebayo, são selecionados para fazer parte dos delegados de turma, parece que o seu ano está a começar da melhor maneira. Afinal, não só fica ótimo no currículo para a faculdade, como os coloca oficialmente na corrida para orador de final de ano.

Porém, logo após o anúncio ser feito, alguém intitulado Ases começa a enviar mensagens de texto anónimas para revelar segredos sobre os dois que viram as suas vidas de cabeça para baixo e ameaçam os seus futuros cuidadosamente planeados.

O Ases não dá sinais de querer parar, e o que parecia uma brincadeira doentia, rapidamente se transforma num jogo perigoso, com todas as cartas contra eles. Serão Devon e Chiamaka capazes de pará-lo antes que as coisas se tornem incrivelmente mortais?

O primeiro livro de Faridah Àbíké-Íyímídé é da mais pura atualidade: está repleto de camadas, de sexualidade, de homofobia, de racismo institucionalizado, de ódio, de supremacias, porém também de coragem, de amor pelas pessoas, pelas causas. Ás de Espadas é um trunfo no jogo das nossas mentalidades.

 

 

 

Quanto a livros mais adultos, começo por um que inclui a palavra "férias" no título. Além disso, acho que é sempre bom ler livros de Emily Henry no verão. Estou a falar de Pessoas que Conhecemos nas Férias.

Sinopse: POPPY E ALEX. ALEX E POPPY.

Não têm nada em comum.

Ela adora viajar, ele prefere ficar em casa com um livro.

Ela tem um lado selvagem, ele gosta de calças caqui.

Quando se conheceram na faculdade, ele achou-a excêntrica e ela achou-o aborrecido.

Mas uma longa viagem de carro deu origem a uma profunda amizade e à tradição de fazerem férias de verão todos os anos. Amores e amigos vêm e vão, mas Alex e Poppy mantiveram o seu ritual por mais de uma década... até ao dia em que estragaram tudo. Aconteceu há dois anos e, desde então, nunca mais falaram um com o outro.

Aparentemente, Poppy tem tudo o que deseja mas a verdade é que a última vez que se sentiu feliz foi naquela malfadada e última viagem com Alex. Por isso, decide convencê-lo a fazerem mais umas férias juntos. Milagrosamente, ele concorda.

Agora ela tem uma semana para resolver tudo… se, claro, conseguir evitar a incómoda verdade que paira sobre a relação de ambos desde o início…

 

 

Ainda dentro deste estilo romântico e leve, recomendo Odeio Amar-te, de Ali Hazelwood. Ao contrário dos seus outros grandes sucessos, este livro é, na realidade, uma antologia de três novelas. De qualquer forma, têm todos os ingredientes que Ali sabe muito bem combinar nos seus livros, como humor, sensualidade, amor e uma escrita leve e divertida.

Sinose: Ali Hazelwood está de volta com uma entusiasmante coleção de três histórias STEMinistas protagonizadas por engenheiras... e os seus ódios de estimação.

Mara, Sadie e Hannah são, em primeiro lugar, amigas. Mas são também cientistas. Ainda que os seus campos de estudo possam conduzi-las a diferentes lugares, as três concordam com uma verdade universal: quando se trata de amor e ciência, os opostos atraem-se e os rivais deixam-te em chamas...

Debaixo do mesmo teto

Mara, uma engenheira ambiental, vê-se forçada a partilhar uma casa com um colega infernal (um detestável advogado, mas bastante atraente...), e descobre que cientistas nunca deveriam ser obrigados a fazer partilhas que desequilibrem os ecossistemas. Sobretudo se a companhia tem o irritante hábito de mexer na temperatura da casa ou de petiscar comida que não lhe pertence.

Presa a ti

Sadie sabe perfeitamente que as engenheiras civis devem, entre outras coisas, construir pontes. Como uma mulher das STEM, também sabe que as variáveis podem mudar bastante. Quando fica presa durante horas num elevador com um homem que já lhe partiu o coração, talvez se sinta no direito de mandar uma ponte abaixo.

Abaixo de zero

Hannah, uma engenheira aeroespacial da NASA, está ferida e presa numa remota estação científica no Ártico. Mas a única pessoa que parece disponível para ir salvá-la é Ian, o seu rival de sempre, o homem que tentou arruinar-lhe a carreira. Por que razão lhe parece a presença dele tão perigosa quanto a tempestade que se aproxima?

 

 

 

Para muitas pessoas, o verão é aquela altura em que estão com as agendas mais livres e as cabeças mais aliviadas e, por isso, aproveitam para ler livros grandes ou considerados mais complexos. Aproveito, então, para recomendar Os Seis de Atlas, de Olivie Blake.

Sinopse: Segredos. Traição. Sedução.

Bem-vindos à Sociedade de Alexandria.

A cada dez anos, os seis mágicos mais talentosos do mundo são escolhidos para competir por um dos cinco lugares disponíveis na exclusiva Sociedade de Alexandria. A mais importante sociedade secreta do mundo, guardiã do conhecimento perdido das maiores civilizações da antiguidade.

Este ano, a competição é mais feroz do que nunca. Os candidatos são: Libby Rhodes e Nico de Varona, inimigos inseparáveis, físicos, que controlam a matéria com a sua mente. Reina Mori, uma naturalista que consegue intuir os segredos da própria vida. Parisa Kamali, uma telepata capaz de atravessar as profundezas do subconsciente e ver os segredos mais profundos da mente. Callum Nova, herdeiro de um império de meios de comunicação de magia, e um empático capaz de manipular os desejos de uma pessoa. E, Tristan Caine, cujos poderes são um mistério até para ele próprio.

Depois de recrutados pelo misterioso Atlas Blakely, viajam para a sede da Sociedade, em Londres, onde têm um ano para estudar e inovar dentro das várias áreas esotéricas. Os eleitos terão pela frente uma vida de poder, conhecimento, riqueza e prestígio. Mas a que custo?

 

 

 

Termino, assim, a publicação de hoje. Bom verão!

 

Daniela S..png