Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Biblioteca da Daniela

A Biblioteca da Daniela

Tunnel of Bones (City of Ghosts #2)Capa da edição britânica.

 

Tunnel of Bones, de Victoria Schwab, é o segundo livro da trilogia infantojuvenil sobrenatural Cassidy Blake. Desta vez, Cassidy e o seu melhor amigo fantasma, Jacob, estão em Paris, onde os pais dela estão a filmar para o seu programa sobre as cidades mais assombradas do mundo. Claro que é divertido comer croissants e ver a Torre Eiffel, mas há verdadeiros perigos fantasmagóricos debaixo de Paris, nas arrepiantes Catacumbas. Quando Cass acidentalmente acorda um espírito forte, ela deve usar as suas habilidades de caçadora de fantasmas (ainda a desenvolverem-se) e pedir ajuda a velhos e novos amigos para desvendar um mistério. Mas o tempo está a esgotar-se e o espírito está a ficar cada vez mais forte.
Se Cass falhar, a força que ela libertou poderá assombrar a cidade para sempre.

 

Mais uma vez, Schwab maravilha-nos com uma história fantasmagórica sobre amizade, resiliência e a importância de continuar a lutar apesar de todos os obstáculos. Desta vez, o cenário é Paris e, de facto, a autora sabe transportar-nos até lá com as suas descrições cinematográficas e referências à comida francesa e aos grandes símbolos da capital francesa. A sua escrita continua a ser fascinante, mas será que gostei deste livro tanto quanto gostei do primeiro?

 

Tunnel of Bones (City of Ghosts #2), 2Capa da edição dos EUA.

 

Tal como no primeiro livro, é muito fácil acompanhar o enredo deste segundo capítulo. Mais uma vez, Cassidy e as restantes personagens vão para um sítio por causa das filmagens de um programa sobre o sobrenatural. Vão para Paris, onde ficam maravilhados com a sua beleza e História, principalmente com as Catacumbas. No entanto, sem querer, Cassidy acorda um espírito e, assim, ela percebe logo que tem mais uma batalha a travar, ao lado de Jacob e outras pessoas. A linha narrativa é, portanto, simples, deixando-nos, na mesma, curiosos sempre que viramos a página. Além disso, a sua simplicidade torna este livro numa leitura rápida e prazerosa. Ainda assim, gosto mais do primeiro livro do que do segundo. Penso que o vilão do primeiro era mais cativante e assustador do que o do segundo livro. Todavia, Tunnel of Bones, ao contrário de City of Ghosts, é mais focado nos sentimentos, medos e receios das personagens, bem como na presença constante da morte e na vida de Jacob antes de ser um fantasma. Neste livro, Cassidy reflete mais sobre como, um dia, Jacob terá de desaparecer para sempre, tendo em conta que é um fantasma que está há demasiado tempo no mundo dos vivos. Ela até sonha que ele irá transformar-se num poltergeist, um tipo de fantasma que gosta de caos, e ela não quer isso para o seu amigo. Ou a amizade acaba um dia, ou, então, ela terá de usar os seus conhecimentos como caçadora de fantasmas contra o amigo.

 

As personagens, deste modo, ganham mais vida neste livro, principalmente Jacob. Pode ser um fantasma, mas este livro dá-nos mais detalhes sobre a vida dele antes de falecer, passando a ser uma personagem mais ativa e presente, tendo em conta que era apenas um braço direito engraçado de Cassidy no primeiro livro, e não uma personagem com uma personalidade mais vincada e única.
As dinâmicas entre as personagens são sempre um dos pontos fortes de Schwab. Ela é sempre capaz de criar relações cativantes e autênticas entre personagens. Neste caso, é muito curioso ver Cassidy lidar com os seus novos conhecimentos enquanto uma caçadora de fantasmas que, ao mesmo tempo, tem um amigo fantasma. Lara, uma personagem do primeiro livro, reaparece nesta história como a enciclopédia do mundo dos caçadores e dos fantasmas e é bom ver a inclusão da tecnologia como uma grande ajuda na missão, isto é, já basta de histórias infantojuvenis onde a tecnologia é sempre vista como uma inimiga ou algo mesmo muito mau.
Neste segundo volume, aparece mais uma criança que quer ajudar Cassidy e Jacob, Adele Laurent. Ela estava simplesmente aborrecida e juntou-se aos dois jovens para descobrir a identidade do poltergeist. Parece-me que Adele representa todos os leitores que leem precisamente para terem as suas aventuras e uma vida fora da vida dita normal.

Não posso terminar esta opinião sem mencionar o estilo de escrita de Schwab. Mais uma vez, de forma brilhantemente cinematográfica, ela faz-nos viajar pelos locais que as personagens visitam. Melhor do que isso, ela sabe muito bem como criar um ambiente atmosférico e sombrio, ideal para um livro sobrenatural como este. É uma escrita deliciosa e, como dizem em inglês, spooky.

 

Cassidy Blake - tome 2 Plongée dans les catacombes (2) (French Edition):  Schwab, Victoria, Dali, Sarah: 9782371022898: Amazon.com: BooksCapa da edição francesa.

 

Em suma, Victoria Schwab está de parabéns por ter escrito mais um livro infantojuvenil sobrenatural sensacional e cativante. Gostei muito mais do primeiro, mas Tunnel of Bones mantém o estilo de escrita fenomenal, atmosférico e visual de Schwab e uma linha narrativa interessante que proporciona uma leitura rápida e agradável. Além disso, as personagens estão mais desenvolvidas nesta história, passaram por aventuras incríveis e fizeram novas descobertas, deixando o leitor mais curioso em relação ao terceiro livro. Recomendo a leitura deste livro, bem como do anterior!

 

Para lerem a minha opinião sobre o primeiro livro, cliquem aqui.

 

Classificação: 4/5 estrelas.

 

P.S.: O Grupo Almedina, que já publicou quatro livros de Victoria/V.E. Schwab, confirmou que irá publicar mais livros da autora em 2022. Será que irão, pelo menos, publicar City of Ghosts? Veremos!

 

Até breve!

 

 

O outono já chegou! Para celebrar o primeiro dia desta estação, decidi publicar uma lista de sugestões literárias outonais.


Em primeiro lugar, sugiro City of Ghosts, de Victoria Schwab (também conhecida como V. E. Schwab). Este é o primeiro livro de uma trilogia infantojuvenil sobrenatural sobre Cassidy Blake, uma rapariga que quase morreu por afogamento, mas foi salva por um fantasma, Jacob, que agora é amigo dela. Cassidy consegue ver fantasmas desde o dia em que foi salva. Isso acaba por ser uma complicação quando os pais aceitam fazer um programa sobre cidades fantasmagóricas. A primeira paragem é Edimburgo, a cidade escocesa conhecida como a Cidade dos Fantasmas. Que aventuras e problemas irão Cassidy e Jacob ter lá?


Sinopse original.


A seguir, temos a última recomendação em inglês. Li Ghost Squad, de Claribel A. Ortega, há uns dias e gostei muito da experiência. É um livro infantojuvenil sobrenatural inspirado numa crença da cultura dominicana, a de que os pirilampos são as almas dos entes queridos falecidos. Lucely e Syd são as grandes traquinas do livro. Uns dias antes do Halloween, Lucely descobre que o pai e ela podem perder a casa. Além disso, parece que os pirilampos dela, ou seja, as almas dos familiares dela, estão a enfraquecer e podem desaparecer de vez. Por isso, as duas meninas usam um feitiço que, pensavam elas, poderia salvar os pirilampos. No entanto, o feitiço despertou espíritos malignos. Como irão as duas resolver esse problema? Será que Lucely irá conseguir salvar a sua casa e os seus pirilampos?




Relativamente a livros em português, temos Coraline e a Porta Secreta, de Neil Gaiman. Muitas pessoas preferem o filme, mas o livro também é muito bom. Neste livro infantojuvenil, Coraline, ao ir para a sua nova casa, decide explorar o novo lugar. A casa tem muitas portas e janelas, mas uma das portas está sempre fechada. Um dia, ela consegue abri-la e, assim, descobre uma passagem secreta para uma outra casa que é exatamente igual à sua, apesar de também ser muito diferente... Uma das coisas mais estranhas da passagem é o facto de essa outra casa também ter outros pais iguais aos dela! No início, eles eram muito simpáticos, mas, aos poucos, Coraline vê que esse mundo estranho não é um espaço bom... Será Coraline capaz de sair desse lugar?


Sinopse original.


De seguida, temos O Lar da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares, o primeiro volume de uma coleção de Fantasia YA de Ransom Riggs. Após a morte do avô, Jacob vai a uma ilha remota na costa do País de Gales, onde encontra as ruínas do lar para crianças peculiares da senhora Peregrine. Ao ver uma estranha coleção de fotografias antigas e explorar o lugar, Jacob pensa que as crianças poderiam ser perigosas e que, mesmo após tantos anos, podem ainda estar vivas.

Podem ler a minha opinião sobre este livro aqui. Para mim, é a leitura ideal para o outono devido, por exemplo, às descrições feitas quanto ao clima do País de Gales.


Sinopse original.


Por fim, temos Jane Eyre, de Charlotte Brontë. A protagonista é, claro, Jane Eyre, uma rapariga órfã que viveu com a mulher do tio até ir para uma escola rígida, mas que lhe deu uma boa educação. Aos 18 anos, é contratada para ser preceptora de uma menina francesa que vive em Thornfield Hall. Lá, ela conhece o proprietário, Mr. Rochester, e vê coisas estranhas...

Li este livro há quase duas semanas. As descrições dos locais e as situações misteriosas que nos fazem lembrar o sobrenatural fizeram-me pensar que este clássico é uma boa leitura outonal.


Sinopse original.


Por agora, é tudo! Conhecem outros livros que poderiam fazer parte desta lista?