Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Top 3 de 2020 (livros)

Em primeiro lugar, feliz ano novo! Que 2021 seja muito melhor do que 2020! Espero que seja um ano cheio de saúde, amor, alegria, harmonia e, claro, leituras extraordinárias.

Já que menciono boas leituras, decidi que a primeira publicação de 2021 seria sobre os livros que mais gostei de ler em 2020. Foi um ano de poucas leituras. Li apenas 16 livros... No entanto, gostei muito dos livros que fazem parte deste top!


A medalha de bronze vai para... The Hate U Give, de Angie Thomas. Sem dúvida alguma que tem lições e mensagens relativamente ao movimento Black Lives Matter, ao racismo e à forma como uma sociedade que apenas quer saber do status quo trata aqueles que, para ela, não fazem parte de um padrão visto como o "correto" e o "melhor" pelos mais privilegiados e ignorantes. Mas o livro é também sobre a juventude e os caminhos que os jovens percorrem para encontrarem a sua voz. É sobre a amizade e os seus bons e maus momentos. É sobre como saber lidar com pessoas tóxicas. É sobre laços familiares. É sobre a morte e é sobre a vida. Recomendo vivamente a leitura deste livro, que prova que a ficção ensina e mostra muitas coisas acerca do nosso mundo. Afinal, não deveria a literatura ser o nosso reflexo?

Li em inglês, mas, abaixo, irei deixar links da edição portuguesa, bem como links da edição original.


Edição portuguesa.
Edição inglesa (capa mole).


A medalha de prata vai para... The Poet X, de Elizabeth Acevedo. Uma história em versos que é encantadora e dolorosa em simultâneo. É um livro cheio de versos simples e lindos e de sentimentos complexos e genuínos. Uma história sobre uma jovem afro-latina que explora a sua sexualidade, a forma como vê a religião e a sua relação complicada com a sua mãe, não faltando temas como a diáspora, os primeiros amores, o assédio sexual, etc. Concluindo, uma história poderosa e cativante.


Edição em inglês.


E, finalmente, a medalha de ouro vai para... I'll Be the One, de Lyla Lee! Foi, para mim, a melhor leitura de 2020. Tem tudo o que aprecio num maravilho YA contemporâneo: personagens complexas e encantadoras, um estilo de escrita simples, fluido e cativante, e uma abordagem cuidada e inteligente de temas essenciais e delicados, como a gordofobia, os padrões de beleza impostas pela sociedade, principalmente pela indústria do KPOP, a sexualidade, o amor, a autoestima, etc. É um romance lindo que nos deixa colados até à última página. Foi um dos pontos mais altos de 2020. 

Como adorei este livro, ele tinha mesmo de ser a primeira leitura em inglês do meu clube de leituras Requim. Para saberem mais sobre o clube, cliquem aqui.


Ebook em inglês.
Ebook em português do Brasil.
Capa dura em inglês.



Por agora, é tudo. Até à próxima publicação!