Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wishlist: Julho de 2022 (Portugal)

Wishlist Portugal.png

 

 

Devido a compromissos familiares, não pude atualizar o blogue nos últimos tempos. No entanto, estou de volta e a publicação de hoje é sobre os lançamentos de julho das editoras portuguesas.

 

Primeiro, temos A Guardiã da Memória de Kiev, de Erin Litteken. "Na década de 1930, os ativistas de Estaline percorreram a União Soviética, exaltando as maravilhas da agricultura coletiva. Foi o primeiro passo daquela que viria a ser conhecida como a Grande Fome, que ceifou cerca de quatro milhões de vidas na Ucrânia. Inspirada pela história que o mundo esqueceu e o governo russo nega, Erin Litteken tem a coragem de desenterrar o passado. Para que não voltemos a esquecer-nos.

Em 1929, Katya tem 16 anos e vive com a família numa quinta modesta mas próspera. Entre o trabalho nos campos, a escola e as animadas reuniões da família e amigos, os seus dias passam sem grandes preocupações. Katya tem para o futuro as angústias e os sonhos típicos de uma adolescente. A sua única certeza é o amor que sente por Pavlo, o rapaz da casa ao lado e companheiro de todas as suas aventuras. Mas no dia em que os ativistas de Estaline chegam à vila, tudo muda. Reina agora o medo. À medida que a fome se intensifica, instalam-se o desespero e a barbárie. As famílias - quer pela morte, quer pela deportação - fragmentam-se. Mas mesmo nos momentos de maior escuridão, a chama da esperança teima em brilhar.

Setenta anos depois, nos Estados Unidos, Cassie descobre o diário da avó. Nada podia tê-la preparado para a história que lê.
Nada pode preparar-nos a nós, leitores, para a história desta família, que contém em si a História tumultuosa da Ucrânia".

 

A Edições Asa publicou este livro a 12 de julho.

 

A Guardiã da Memória de Kiev.png

 

A seguir, temos o terceiro volume de uma coleção infantil de livros ilustrados. Em Anna Kadabra - Um Monstro na Banheira, de Pedro Mañas e David Sierra Listón, "o calor chegou a Moonville, e a Anna e os seus amigos bruxos decidem ir até ao Pântano Monstruoso para se refrescarem, mas infelizmente, os vizinhos transformaram o lugar numa lixeira.

Está cheio de latas de refrigerantes, coisas velhas descartadas e um monstro com tentáculos…

Um monstro?! Ela e os amigos do Clube da Lua Cheia terão de vencê-lo!

Ou será que têm de o salvar?"

 

Foi lançado a 19 de julho pela Oficina do Livro.

 

Anna Kadabra - Um Monstro na Banheira.png

 

De seguida, temos Aconteceu Naquele Verão, de Tessa Bailey. "Piper Bellinger é uma menina rica e influente de Beverly Hills com uma reputação que a persegue... literalmente. Os fotógrafos andam sempre atrás dela à espera que cometa mais uma loucura e, quando se trata de Piper, não é preciso esperar muito. Quando, numa noite regada de demasiado champanhe, organiza por impulso uma festa que rapidamente fica fora de controlo, o padrasto decide que esta é a gota de água. Tira-lhe o dinheiro e exila-a para Westport, uma cidadezinha costeira com cerca de dois mil habitantes, na esperança de incutir alguma noção de responsabilidade em Piper ao fazê-la assumir o bar deixado pelo falecido pai.

Ao chegar a Westport, conhece Brendan, um pescador corpulento e barbudo (bastante charmoso, por sinal), capitão do seu próprio barco, que está convencido de que ela não aguentará sequer uma semana num sítio que é uma antítese de tudo o que gosta e representa. Mas Piper está decidida a provar ao padrasto e a Brendan que estão errados e que ela não é assim um peixe tão fora de água! Mesmo que, para isso, precise de cuidar de uma espelunca e morar num apartamento minúsculo..."

 

A Desrotina Editora lançou este romance contemporâneo a 21 de julho.

 

Aconteceu Naquele Verão.png

 

Também a 21 de julho, foi publicado Uma Mulher Não é um Homem, de Etaf Rum. "Este romance surpreendente leva-nos numa viagem às vidas das mulheres árabes que vivem nos Estados Unidos e ao impacto que a cultura patriarcal pode ter no seu silêncio, ainda nos dias de hoje.

Em Brooklyn, chegou a altura de Deya, com dezoito anos, se encontrar com potenciais maridos. Embora casar não faça parte dos seus planos, os avós não lhe dão escolha. A única forma de garantir um futuro é por meio do casamento com o homem certo.

A história repete-se: Isra, a mãe de Deya, também não teve escolha quando, ainda adolescente nos anos noventa, deixou a Palestina para se casar com Adam nos Estados Unidos. Deya tenta fazer o que a sua mãe não conseguiu — libertar-se das tradições violentas e misóginas e forjar o próprio caminho. Mas o choque entre culturas vai fazê-la descobrir segredos complexos e obscuros que se escondem na sua família.

Numa narrativa sobre trauma, liberdade e peso cultural, esta é uma história sobre mulheres que continuam a nascer sem voz e que lutam por conseguir resistir às restrições patriarcais projetadas para as tornar invisíveis".

 

Foi publicado pela Aurora Editora.

 

Uma Mulher Não é um Homem.png

 

 

E, finalmente, temos Golden Boys, de Phil Stamper. "Golden Boys é um romance emocionalmente retumbante sobre sonhos, amizade, romance e desejos profundos.

Gabriel, Reese Sal e Heath são grandes amigos e estão prestes a embarcar numa jornada única. Os quatro perseguem o seu sonho, o que os leva a destinos tão diferentes como Boston, Washington ou Paris. O que significará este tempo de novas experiências e viagens reveladoras para cada um deles e para a sua amizade?

Uma história doce e envolvente sobre as dores de crescimento que explora questões como a identidade, o papel e a importância da família que forjamos e a complexidade de amar o melhor amigo".

 

A Clube do Autor lançou este romance YA a 27 de julho.

 

Golden Boys.png

 

 

E termino, desta forma, a publicação de hoje. A próxima será sobre os lançamentos em inglês!

 

O que acham das novidades portuguesas?