Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Biblioteca da Daniela

A Biblioteca da Daniela

Wishlist Julho de 2023 (Portugal).png

 

Como já estamos na segunda metade de julho, está na hora de mencionar os lançamentos literários deste mês!

 

Primeiro, temos Out - Uma Saída, de Natsuo Kirino. "OUT - Uma Saída é um retrato hipnotizante do submundo de Tóquio. Livro de culto e bestseller mundial, é unanimemente considerado uma obra-prima do suspense.

Tudo começa com um assassinato brutal num pacato bairro nos subúrbios de Tóquio. Uma jovem mãe mata o marido e confessa o crime a uma colega de trabalho, Masako, que aceita ajudá-la. A elas juntam-se mais duas colegas, Yoshie e Kuniko, que esboçam um plano engenhoso para fazer desaparecer o corpo. A polícia, porém, começa a fazer perguntas, e vários inimigos inesperados se agitam, inquietos.

As quatro mulheres têm a seu cargo o extenuante turno da noite numa fábrica de embalamento de comida. Sobrecarregadas e cada vez mais sós, sonham secretamente escapar das suas vidas sem saída. Cada uma delas transporta consigo a inevitabilidade de um drama pessoal, todas estão no limite. Será este ato de violência o seu fim ou apenas um início?

Uma incursão alucinante às sombras da grande metrópole e aos recantos mais obscuros da alma humana, OUT - Uma Saída é o livro mais aclamado e traduzido de Natsuo Kirino, a Rainha do Crime do Japão."

Foi lançado pela Edições Asa a 4 de julho.

 

 

No dia 5, a Manuscrito publicou Isto Não Acontece nos Filmes, de Lynn Painter. Neste romance contemporâneo YA, "Elizabeth Buxbaum sempre soube que o seu vizinho não daria um bom namorado. Apesar de todos acharem que Wesley Bennett era simpático e muito bonito, Liz tinha a certeza de que, na verdade, era um chato de primeira.

Já Michael Young era diferente. O amor de infância de Liz estava à altura dos protagonistas das comédias românticas de que ela tanto gostava, só que se mudara para longe quando os dois ainda eram crianças. Dez anos volvidos, ele estava de volta, mais atraente e encantador do que nunca.

Esbarrar com ele na escola parecia um sinal do Universo. O último ano do secundário exigia gestos grandiosos, um baile inesquecível e momentos apaixonantes. Por isso, romântica incurável, Liz estava determinada a fazer qualquer coisa para conquistar o verdadeiro amor. Até pedir ajuda ao vizinho irritante.

O plano era infalível: fazer com que Michael reparasse nela e a convidasse para o tão sonhado baile de fim de ano. Mas à medida que Wes e Liz se aproximam, ela vai questionar tudo o que sabe sobre o amor e descobrir que talvez o seu «felizes para sempre» seja surpreendente… e melhor do que poderia imaginar."

 

 

A seguir, temos O Verão em que Quebrámos Todas as Regras, de K. L. Walther. "Há pouco mais de um ano, Meredith perdeu a sua adorada irmã, Claire. Desde então, foi abandonada pelo namorado, afastou-se de todos, deixou de sair com os amigos e não teve mais cabeça para nada. Porém, este verão, ela quer voltar a viver e está determinada a fazer tudo a que tem direito.

Como é habitual, a grande família de Meredith prepara-se para ir até Martha's Vineyard. Este ano, até vão ter um casamento na praia, mas o que mais a entusiasma é o já tradicional jogo do Assassino que os Foxes fazem sempre, e no qual Claire adorava participar.

Contudo, quando Meredith decide escolher Wit, irmão do noivo por afinidade, para parceiro no desafio, os seus planos começam a derrapar. Tenta concentrar-se no jogo, quer ganhá-lo em memória da irmã, mas não consegue pôr um travão nos sentimentos que a invadem. Durante aquela semana, uma tempestade varre a vida de Meredith, que pode mesmo perder o jogo… e o coração.

Inspirada em músicas de Taylor Swift, esta história mostra-nos que, às vezes, há coisas que temos mesmo de deixar para trás, porque, sob o sol, há uma palavra quente e doce como o verão - felicidade."

Foi publicado pela Editorial Presença a 5 de julho.

 

 

A mesma editora, no mesmo dia, lançou O Pequeno Restaurante da Felicidade, de Ito Ogawa. "A felicidade está nas pequenas coisas? Está, e há um restaurante numa aldeia japonesa que a serve, todos os dias, aos poucos que têm o privilégio de o encontrar.


Rinko, uma rapariga de 24 anos, perde a voz ao rodar a chave na porta e encontrar a sua casa vazia. Tudo, absolutamente tudo, desapareceu, incluindo o almofariz e o pilão que herdara da avó. Também desaparecido sem deixar rasto está o namorado, o maître do restaurante que fica mesmo ao lado daquele em que ela trabalha. Para Rinko, não resta alternativa: tem de deixar Tóquio e regressar à sua aldeia, de onde partiu há mais de dez anos.

Às vezes, a vida tem caminhos misteriosos. É naquela aldeia, da qual, ainda adolescente, fugiu num dia de primavera, que Rinko tem uma ideia que muda o rumo da sua vida e tocará, de forma profunda, a vida de outras pessoas: abrirá um pequeno restaurante, muito especial, no qual só há uma mesa e onde, todos os dias, cozinhará pratos diferentes, em função dos gostos e desejos dos seus clientes.

É então que a verdadeira transformação começa. Cada uma das pessoas que degustam as receitas de Rinko vai encontrar a felicidade - uma rapariga consegue conquistar o coração do rapaz que ama, uma mulher reencontra a vontade de viver...

Bem-vindos ao Pequeno Restaurante da Felicidade, o bestseller japonês que junta os melhores ingredientes para lhe dar uma leitura doce, suave e inesquecível."

 

 

Depois, temos Amores Verdadeiros, de Taylor Jenkins Reid. "Emma e Jesse tinham a vida com que sempre haviam sonhado, quando o impensável aconteceu. Um ano depois do casamento, Jesse foi dado como desaparecido e Emma teve de aprender a viver sem ele. De repente, tudo à sua volta se desmoronava, deixando-a sem saber que caminho seguir.

Depois de muito tempo a tentar reconciliar-se com a tragédia, Emma retoma as rédeas da sua vida e descobre um novo rumo e até um novo amor. Embora nunca tenha esquecido Jesse, encontra em Sam uma oportunidade para ser feliz.

Mas tudo muda na noite em que recebe o mais inesperado dos telefonemas. De Jesse. O seu primeiro amor. Mas será ele o seu único amor?

Emma sabe que vai ter de ouvir o coração. Só não sabe o que este tem para lhe dizer."

 

A TopSeller lançou este livro a 10 de julho.

 

 

A 11 de julho, a editora IN publicou Dividida, de Kasie West. "Tendo sido criada pelo pai e pelos três irmãos mais velhos, Charlie consegue ganhar em tudo a qualquer rapaz que ela conhece - incluindo o seu vizinho e irmão honorário Braden. Mas no que toca a ser rapariga, ela não sabe praticamente nada. Então, quando começa a trabalhar numa loja e se vê rodeada por tudo o que é feminino, Charlie vai começar a ter de lidar com esse seu lado…

Como será que ela vai conseguir dividir-se entre esses dois mundos?"

 

 

A 12 de julho, a Clube do Autor lançou mais um livro de Jesse Q. Sutanto. Em Quatro Tias e Um Casamento, "Meddy Chan já esteve em inúmeros casamentos, mas o seu terá de ser único. Intrometidas como sempre, as tias contratam uma empresa familiar sino-indonésia como a sua para organizar o evento Inicialmente, Meddy hesita, mas acaba por simpatizar com a fotógrafa, Staphanie. As duas têm muito em comum os mesmos gostos, os mesmos problemas familiares e até o nome mal escrito. Mas Meddy percebe rapidamente que as semelhanças terminam aí e que a sua nova amiga não é quem diz ser.

Meddy ouve Staphanie falar sobre acertar no alvo durante a cerimónia. Horrorizada, não consegue acreditar que Staphanie família não são exatamente como a sua eles são a Família, uma verdadeira máfia e usam o casamento como fachada para negócios obscuros. Claro que a mãe e as tias não vão permitir que a cerimónia se transforme numa cena de crime só por cima dos seus cadáveres!"

 

 

Depois, temos Destransição, Baby, de Torrey Peters. "eese, uma mulher transgénero, tinha quase tudo: uma relação amorosa com Amy, igualmente trans, um apartamento em Nova Iorque, um emprego que não odiava. Tinha conseguido juntar o que as gerações anteriores de mulheres transgénero só conseguiam sonhar ter: uma vida de conforto mundano e burguês. A única coisa que faltava era um filho. Mas quando Amy reverteu a transição de género, voltando a ser Ames, tudo se desmoronou. Agora Reese está presa num padrão autodestrutivo: procura evitar a solidão envolvendo-se com homens casados.

Ames também não está feliz. Pensou que o facto de destransicionar para viver como homem lhe facilitaria a vida, mas essa decisão custou-lhe a sua relação com Reese — e perdê-la significou perder a sua única família. Apesar de o seu romance ter terminado, ele anseia por encontrar uma for- ma de voltar para ela. Quando a chefe e amante de Ames, Katrina, revela que está grávida do bebé dele — e que não tem a certeza se quer ficar com ele — Ames pergunta-se se esta é a oportunidade por que tem estado à espera. Poderão os três formar uma espécie de família pouco convencional e criar o bebé juntos?

Um romance de estreia provocador sobre o que acontece nos cantos emocionais, confusos e vulneráveis da feminilidade que os chavões e as boas intenções não conseguem alcançar. Torrey Peters navega de forma brilhante e destemida pelos tabus mais perigosos em torno do género, do sexo e das relações, presenteando-nos com um romance emocionantemente original, espirituoso e profundamente comovente."

Foi publicado pela Aurora Editora a 13 de julho.

 

 

No mesmo dia, a Particular Editora lançou Pequena Coreografia do Adeus, de Aline Bei. "Com o talento capaz de conjugar numa única frase opostos como beleza e feiura, sofrimento e afeto, leveza e violência, Aline Bei conquistou uma legião de fãs com O Peso do Pássaro Morto, surgindo como uma das grandes revelações da literatura brasileira contemporânea. Neste novo romance, a autora consolida o seu estilo único — que explora habilmente ritmo, imagens e forma narrativa — e constrói uma trama inesquecível sobre autodescoberta, amor e trauma.

A protagonista é Julia, uma jovem que chegou à vida adulta tentando juntar os cacos de um relacionamento destroçado: a sua mãe não suporta a ideia de ter sido abandonada pelo marido, enquanto o pai não suporta a ideia de ter sido casado. Ela cresceu sufocada por uma atmosfera de brigas constantes e falta de afeto e, pouco a pouco, tenta desvencilhar-se da bagagem emocional familiar.

Entre lembranças da infância e da adolescência — que moldaram quem ela é — e sonhos para o futuro — que podem ajudá-la a tornar-se quem ela quer ser —, Julia ensaia a sua própria coreografia, numa sequência de movimentos de aproximação e afastamento dos seus pais que lhe traz marcas indeléveis. Ao longo desse processo, ora consolador ora angustiante, ela encontra uma série de personagens que a ajudam a enfrentar a solidão e dar sentido à sua história: uma dona de pensão, um pugilista aposentado, uma proprietária de um café e um misterioso escritor.

Com a sensibilidade poética que captura a beleza, até mesmo dos sentimentos mais dolorosos, Pequena Coreografia do Adeus é um romance emocionante que examina o poder devastador das relações humanas — e das possibili- dades de encontrar ternura onde menos se espera."

 

 

A seguir, temos Ela Fica com Ela, de Rachael Lippincott e Alyson Derrick. "Alex: apresentamos-lhes a teimosa, uma miúda que mistura caos e flirt como ninguém, e isso torna-a mesmo especial. Já conseguir manter uma relação, bem, isso é outra história. Molly: conheçam agora a rapariga que tem sempre tudo sob controlo, a quem nada escapa. Mas quando o assunto é socializar, então, nada a fazer, o desastre é total. Molly está apaixonada por Cora, a irresistível Cora, mas, escusado será dizer, nunca na vida teve coragem para falar com ela.

Apesar de estarem no mesmo campus universitário, Alex e Molly são de mundos completamente diferentes. Porém, depois de a sua anterior relação - da qual ainda não desistiu - terminar muito mal, Alex descobre o que Molly sente por Cora e ambas percebem que se podem ajudar mutuamente: se Alex ajudar Molly a ficar com Cora, pode conseguir mostrar à sua ex que não flirta a toda a hora, não é egoísta e que está pronta para uma relação a sério.

Mas quando Alex e Molly embarcam num plano a cinco passos para conquistar as miúdas dos seus sonhos, ambas se começam a apaixonar… uma pela outra."

A Editorial Presença irá publicar este livro no dia 19.

 

 

No mesmo dia, a Manuscrito irá publicar Vou Esperar, de Daniela Rebocho. "Quando Madalena começa a estagiar num prestigiado escritório de advogados, conhece Leonardo, um jovem de olhar misterioso, que carrega uma dor que o consome.

A química entre os dois é forte. A paixão, inevitável. no entanto, a descoberta de um acontecimento do passado, numa altura em que ainda não se conheciam, e que mudou a vida de ambos, vai colocar a relação à prova. Conseguirá o amor sobreviver à mentira e à ilusão?

Vou Esperar é uma história arrebatadora, apaixonante e surpreen­dente que Daniela Rebocho (Inspiring Dream) começou no Wattpad, onde conquistou milhares de leitores. Chega agora num livro que não vai deixar ninguém indiferente."

 

 

A Desrotina Editora, novamente, irá publicar dois livros este mês, ambos no dia 20. Um deles é Quero Apenas o Melhor Para Ti, de Mason Deaver. "Quando Ben De Backer decide revelar aos pais que se identifica como uma pessoa não-binária — não é um rapaz, nem uma rapariga —, elu é expulse de casa e tem de ir viver com a sua irmã mais velha, Hannah, e o marido dela que nunca conheceu. De repente, a vida de Ben muda drasticamente numa questão de dias: nova casa, nova escola... e uma perturbação de ansiedade provocada pela confissão da sua verdadeira identidade aos seus pais.

Na nova escola, Ben apenas deseja ser invisível, por isso, decide manter a sua verdadeira identidade escondida dos seus colegas. Porém, os seus esforços para passar despercebide não duram muito quando Nathan Allan — um rapaz extrovertido e carismático — decide pôr Ben sob a sua asa, determinado a ajudar nesta adaptação.

Embora reticente, a amizade cresce rapidamente. À medida que vão passando mais tempo juntes, os seus sentimentos evoluem e o que começou como uma série de acontecimentos infelizes pode tornar-se na oportunidade perfeita para começar uma nova vida, sem máscaras ou esconderijos."

 

 

O outro título é Solitário, de Alice Oseman. "Para o caso de se estarem a perguntar, isto não é uma história de amor.
Tori Spring sente-se perdida entre o cansaço do mundo, a pressão para ser bem sucedida e a compulsão para planear o seu futuro. Exceto o blog no qual escreve sobre o seu pessimismo crónico, e o irmão Charlie — que recupera de um problema que o levou a tentar cometer suicídio —, Tori não sabe bem como voltar a ser feliz.

É então que algo acontece: conhece Michael Holden. Na verdade, Michael encarna tudo o que Tori despreza, mas ela fica fascinada pela sua exuberante alegria de viver e curiosidade sobre o mundo.
Tori e Michael formam uma parceria para descobrir a identidade do Solitário, um grupo anónimo que recentemente tem causado confusões na escola.
Mas quando as brincadeiras do Solitário começam a ficar estranhamente perigosas, Tori percebe que deve dar o passo que pode mudar a sua vida — e a maneira como vê o mundo e se relaciona com as pessoas à sua volta — para sempre."

 

 

Também neste dia, a Editora Minotauro irá lançar Heidi, de Johanna Spyri. "Órfã desde tenra idade, Heidi vive com a tia. Após receber uma proposta de trabalho irrecusável, a tia é obrigada a entregar Heidi ao avô, um velho zangado com o mundo, que vive isolado nos Alpes.

Ao chegar à sua nova casa, Heidi apaixona-se de imediato pelas paisagens esplendorosas e pelos animais dos vales e das montanhas. com o passar do tempo, conquista também o coração do avô, mostrando-lhe que é possível ser feliz e reencontrar a paz.

No entanto, a data altura, a menina vê-se obrigada a trocar o idílio campestre pela cidade de Frankfurt. Conseguirá regressar?"

 

 

E, por fim, temos Amari e o Grande Jogo, a continuação de Amari e os Irmãos da Noite, de B. B. Alston. "Depois de encontrar o seu irmão e salvar todo o mundo sobrenatural, Amari Peters está convencida de que o seu primeiro verão como Agente Júnior vai ser tranquilo. Mas entre a temível agenda antimagia do novo ministro, as rivalidades ferozes entre os agentes juniores e a maldição do seu irmão Quinton a agravar-se, Amari não tem mãos a medir. Por isso, quando a secreta Liga dos Mágicos lhe oferece a oportunidade de ser a sua nova líder, ela recusa. Amari já tem muito com que se preocupar!

Contudo, a sua recusa permite que outra pessoa dê um passo em frente: um mágico com planos perigosos para a Liga. Esta disputa dá início ao Grande Jogo, uma competição que irá decidir quem se tornará o sucessor dos Irmãos da Noite e determinar o futuro da humanidade mágica. O Grande Jogo é misterioso e mortal, mas entre as recompensas mágicas do vencedor, esta é a última esperança de Quinton.

Como pode Amari recusar?"

 

Será lançado pela Planeta a 25 de julho.

 

 

 

A lista de julho termina aqui, mas ainda tenho de acrescentar uma novidade de junho. "Tempos Emocionantes é um romance intimista e inteligente sobre uma jovem irlandesa que se envolve num triângulo amoroso com um banqueiro e uma advogada. Ava chegara a Hong Kong vinda de Dublin e ensinava inglês a crianças de famílias ricas. Julian é um banqueiro que gosta de fazer sexo com Ava e discutir com ela mercados financeiros. Edith é uma advogada de Hong Kong ambiciosa que deseja Ava e lhe oferece tulipas.

Politicamente atento, divertido, mas pungente e áspero, Tempos Emocionantes é um livro que mergulha nas incertezas das modernas relações amorosas.

Este livro de Naoise Dolan foi publicado a 26 de junho pela Relógio d'Água.

 

 

 

E, desta forma, termino a publicação de hoje. Até breve!

 

Daniela S..png