Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wishlist: Lançamentos de setembro (Portugal)

Em setembro, os catálogos das editoras portuguesas estão recheados de livros para todos os gostos. Atrevo-me a dizer que é, até agora, um dos melhores meses de 2020 quanto a novidades editoriais. Tendo em conta que há mesmo muitos livros interessantes este mês, acabei por selecionar apenas quatro livros.


Em primeiro lugar, temos Os rapazes de Nickel, de Colson Whitehead. É sobre dois amigos que, num reformatório juvenil, lutam pela sobrevivência, tendo em conta que vivem num país e num tempo em que a cor da pele determina demasiado as vidas deles. Este livro é baseado numa história verídica.

Foi publicado pela Alfaguara Portugal (Penguin Random House Grupo Editorial) no dia 8 de setembro.


Sinopse original.


A seguir, temos um romance contemporâneo YA. Positivo, de Camryn Garrett, tem como protagonista Simone, uma rapariga seropositiva que está a começar do zero numa escola nova. Ela tem conseguido conhecer pessoas novas e até parece ter um fraquinho por Miles. No entanto, ela tem medo que saibam que ela é seropositiva, pois não correu bem na última vez em que ela contou essa parte da sua vida.

As coisas estão a correr bem entre Simone e Miles e, por isso, ela começa a ponderar em como irá dizer que é seropositiva. Contudo, um dia, ela encontra um bilhete anónimo que diz que a pessoa sabe que ela tem VIH e, por isso, dá-lhe um ultimato: ou ela larga Miles, ou a pessoa conta tudo a toda a gente.

Como irá Simone lidar com esta situação?

A Edições Chá das Cinco (Saída da Emergência) lançou este livro no dia 18 de setembro.


Sinopse original.


A seguir, temos Circe, de Madeline Miller. Circe sente-se deslocada entre os deuses e os seus pares e, por isso, vai para o mundo dos homens, onde descobre que pode fazer feitiçaria. Zeus sente-se ameaçado e decide enviá-la para uma ilha deserta, onde Circe conhece imensas figuras mitológicas, como o Minotauro e Ulisses. Apesar das circunstâncias, Circe tem de ver se pertence ao mundo dos deuses, onde nasceu, ou ao mundo dos homens, que ela aprendeu a amar.

Foi lançado pela Editora Minotauro (Grupo Almedina) no dia 3 de setembro.


Sinopse original.


Em último lugar, temos um livro que está na minha wishlist desde que ganhou o Booker Prize de 2019. Rapariga, Mulher, Outra, de Bernardine Evaristo, tem 12 personagens centrais, sendo quase todas elas mulheres, negras e, de uma maneira ou de outra, o resultado do legado do império colonial britânico. É um livro multifacetado que representa a sociedade multicultural da atualidade, abordando várias questões, como a identidade, a identidade de género, as classes, o colonialismo, a emigração e a diáspora.

A Elsinore (2020 Editora) lançou este livro no dia 7 de setembro.


Sinopse original.


Por hoje, é tudo. O que acham da minha wishlist?