Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wishlist: Março de 2022 (Portugal)

Março ainda não chegou ao fim, mas já uma boa altura para ver que foi um mês cheio de novidades para todos os gostos!

 

Em primeiro lugar, temos Cadernos da Água, de João Reis. "Num romance composto a múltiplas vozes, é feminina a voz que se sobrepõe, através do fio condutor de um caderno onde regista o seu dia a dia de refugiada na companhia da filha. O destinatário dos seus apontamentos é o marido, em parte incerta, e somos nós quem os lemos. São portugueses estes refugiados.

O Estado português dissolveu-se, e o território está sem lei. Deram-se as Guerras Meridionais da Água, o Primeiro e o Segundo Eventos, e até uma pandemia de rex-vírus 3, que se espalhou pela Europa, pelo Médio Oriente e pelo Norte de África. Os países do Norte fecharam as fronteiras e interromperam o apoio financeiro que vinham a dar aos países do Sul da Europa, a «taxa do deserto». A seca é extrema.

Uma narrativa distópica de leitura compulsiva a partir da primeira linha. Um romance construído com grande mestria e com um desenlace surpreendente".

Foi publicado pela Quetzal Editores a 3 de março.

 

Bertrand.pt - Cadernos da ÁguaBertrand;
Wook.

 

Esta editora, também no mesmo dia, lançou Um Casamento Americano, de Tayari Jones. Neste romance vencedor do Women's Prize for Fiction de 2019, "Roy Othaniel Hamilton e Celestial Gloriana Davenport conheceram-se durante o tempo da faculdade e estão casados há pouco mais de um ano. Vivem em Atlanta. Roy é um homem afável, que aprecia regras e tem um bom emprego. Celestial, é bonita, cheia de carácter e uma artista promissora. Um dia, durante uma visita aos pais de Roy, na Luisiana, a porta do quarto de motel em que se tinham hospedado é arrombada e Roy é preso, acusado de violação. Mas está inocente. Celestial sabe-o e nós, os leitores, também. Roy é condenado a 12 anos de prisão.

A segunda parte do livro é epistolar e como que um diálogo entre os dois, ele preso, ela em liberdade. À medida que os anos passam, os ressentimentos aumentam, assim como os silêncios e os intervalos das cartas. Cinco anos volvidos, Roy ganha um recurso e é libertado. Na terceira parte do livro (cheia de acontecimentos) veremos como tudo mudou e como o passado não pode ser desfeito.

Uma narrativa fortíssima, com um extraordinário trabalho no delinear das três personagens principais (e narradores: Roy, Celestial e Andre, o grande amigo comum), face a questões morais, raciais e legais".

 

Bertrand.pt - Um Casamento AmericanoBertrand;
Wook.

 

A próxima novidade da lista é um romance japonês que já foi adaptado para o grande ecrã. Em Doce Tóquio, de Durian Sukegawa, "apenas as cerejeiras denunciam a passagem do tempo. Primeiro com os seus pequenos botões, depois com as delicadas pétalas que voam ao vento… Numa pequena pastelaria perdida nas ruas de Tóquio, os dias sucedem-se sempre iguais. É aí que Sentarô confeciona dorayaki, um doce tradicional japonês ao qual não dedica grande atenção. Sentarô parece, aliás, ter desistido da vida. Abandonou o sonho de ser escritor, bebe demasiado e não tem amigos.

Mas tudo está prestes a mudar.

No seu caminho surgem Tokue, uma senhora idosa que se entrega à preparação de dorayaki de alma e coração; e Wakana, uma menina solitária que se debate com os seus próprios fantasmas. Aos poucos, os improváveis companheiros descobrem que têm muito a oferecer uns aos outros. Mas Tokue esconde um passado turbulento que, inevitavelmente, vem ao de cima… com consequências devastadoras.

Doce Tóquio é uma história comovente sobre a fragilidade humana, o poder redentor da amizade e a beleza das coisas simples. Numa prosa límpida e bela, Durian Sukegawa fala sobre o nosso propósito na vida, exortando-nos a parar, a escutar e a observar, sempre. Um livro que encanta leitores de todas as idades, intemporal e pleno de sabedoria".

 

A Edições Asa publicou este livro a 8 de março.

 

Bertrand.pt - Doce TóquioBertrand;
Wook.

 

Os Medos da Cidade é uma antologia de Fantasia Urbana portuguesa. "De Coimbra a Tomar, de Lisboa ao Porto, uma coisa é certa: todas as cidades têm os seus mistérios. Os Medos da Cidade reúne dez contos de vozes únicas portuguesas que abriram a caixa de Pandora citadina e que nos mostram os seres que vagueiam pelas nossas ruas, as sombras que habitam as nossas calçadas. Afinal, que segredos guardam as cidades portuguesas?

Pedro Coelho: Às que no Tejo se Avistam
Nuno R.: Asas, Furacão
André Moreira: A Fábrica das Inocências
Ângelo Teodoro: História Não Autorizada da Linha de Torres
AMP Rodriguez: A Memória da Pedra Trabalhada
João Cerqueira: Muda-se o Ser
Nuno Amaral Jorge: Natalloween
Ana C. Reis: As Ninfas e os Azulejos
Gonçalo Diniz: A Torre no Mar
A. M. Catarino: O Último Carrasco de Lisboa".

 

Foi lançada pela Editorial Divergência a 15 de março.

 

Bertrand.pt - Os Medos da CidadeBertrand;
Wook.

 

A seguir, temos um livro infantil escrito por Nuna e ilustrado por Lala Berekai. Em Aventureira Marielle e o Dia da Fotografia, "Marielle é uma menina orgulhosa do seu afro, até ao dia em que alguém lhe diz que, para o dia da fotografia na escola, tem de pôr o cabelo lindo e arranjado".

 

Nuvem de Letras lançou este livro a 21 de março.

 

Bertrand.pt - Aventureira Marielle e o Dia da FotografiaBertrand;
Wook.

 

O próximo elemento da lista é uma novidade há muito aguardada pelos fãs da trilogia Grisha. Cerco e Tempestade é a continuação de Luz e Sombra, de Leigh Bardugo. Tendo em conta que é o segundo volume, tenham cuidado ao ler a sinopse deste livro, pois contém spoilers relacionados com o primeiro.

"Perseguida através de O Mar Verdadeiro, assombrada pelas vidas que tirou no Sulco, Alina tem de tentar viver com Mal numa terra nova e estranha, enquanto mantém secreta a sua identidade como a Invocadora do Sol.

Mas ela não consegue fugir ao seu passado nem ao seu destino durante muito tempo. O Darkling emerge do Sulco de Sombra com um novo poder aterrador e com um plano perigoso que irá testar os limites do mundo natural. Com a ajuda de um pirata famoso, Alina volta ao país que abandonou, determinada a lutar contra as forças que ameaçam Ravka. Mas, à medida que os seus poderes crescem, Alina entra cada vez mais para o jogo da magia proibida do Darkling, e para longe de Mal.

De alguma maneira, vai ter que escolher entre o seu país, o seu poder e o amor que ela sempre pensou que a guiaria a sua vida - ou arriscar perder tudo na tempestade iminente".

 

A Edições Asa lançou este livro a 22 de março.

 

Bertrand.pt - Cerco e TempestadeBertrand;
Wook.

 

Esta novidade é o segundo livro publicado pela Aurora, a nova chancela do grupo Infinito Particular. Em Inquieta, de Susana Amaro Velho, "Julieta parece ter a vida perfeita. Aos trinta e sete anos tem um marido adorável que cozinha os melhores bolos. O emprego com que sempre sonhou e que a preenche. Uma casa cheia de luz e livros, onde a mesa está enfeitada com camélias. Então, por que motivo está agora sobre o varadim escorregadio de uma ponte, descalça e suja de sangue, prestes a saltar?

Afinal, nem tudo o que parece é. Quando um amor antigo regressa do passado, traumas são ressuscitados e uma proposta impensável desperta em Julieta um fantasma adormecido. Mas que proposta é essa que vem tornar a verdade perturbadora? E o que é a verdade quando a própria realidade a confunde?

Inquieta é um relato cru e intenso dos anseios e traumas de uma mulher. É a história de alguém incapaz de fugir do abismo da própria memória e de se sentir livre".

 

Foi lançado ontem, a 24 de março.

 

Bertrand.pt - InquietaBertrand;
Wook.

 

A Hipótese do Amor, de Ali Hazelwood, é, para mim, a grande novidade de março. Neste romance contemporâneo adulto, "Olive Smith, uma estudante de doutoramento em Biologia, não acredita em namoros duradouros. Após terminar o relacionamento com Jeremy, percebe que a sua melhor amiga, Anh, gosta dele e decide juntá-los. Para a convencer de que não se importa e de que está feliz e a namorar, Olive precisa de o provar, mas, pressionada, entra em pânico e resolve beijar o primeiro homem que vê: Adam Carlsen, um jovem professor de outro departamento. Olive acaba por ficar chocada ao perceber que este tirano do laboratório da Universidade de Stanford, conhecido por deixar os estudantes em lágrimas, aceita manter a farsa e fingir que é, realmente, seu namorado.

Quando uma conferência científica corre mal e ameaça a carreira de Olive, Adam surpreende-a de várias formas... e uma pequena possibilidade científica, o que era apenas uma hipótese sobre o amor, transforma-se então numa experiência inesperada.
Uma história maravilhosa imersa num ambiente académico. Um tubo de ensaio para a vida".

 

Foi publicado pela Desrotina Editora, também do grupo Infinito Particular, a 24 de março.

Este livro é a leitura em português do Read with Daniela de abril. Esta publicação tem mais informações sobre os livros do próximo mês.

 

Bertrand.pt - A Hipótese do AmorBertrand;
Wook.

 

 

Por agora, é tudo. O que acham destas novidades do mercado português? Que outros livros de março fazem parte das vossas listas de compras?