Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Biblioteca da Daniela

A Biblioteca da Daniela

Aqui estão as novidades das editoras portuguesas para novembro!

 

Em primeiro lugar, temos Um Toque de Escuridão, de Scarlett St. Clair. "Perséfone é a Deusa da Primavera, embora só de nome, porque, desde que se lembra, as flores murcham ao seu toque. Perante a incapacidade de usar os seus poderes de deusa, decide mudar-se para Nova Atenas, onde espera levar uma vida sem complicações disfarçada de jornalista mortal.

Hades, Deus dos Mortos, construiu um império de jogo no mundo mortal, e dizem que as suas apostas favoritas são as impossíveis de ganhar.

Um encontro fortuito entre Perséfone e Hades prende a deusa num contrato de termos impossíveis: deve criar vida no Mundo Inferior ou perderá a sua liberdade para sempre. No entanto, a aposta fará mais do que expor o fracasso de Perséfone como deusa. Enquanto as sementes da sua liberdade se esforçam por germinar, os sentimentos por Hades crescem, apesar de saber que são… proibidos."

Foi lançado pela Marcador a 2 de setembro.

 

 

 

A 6 de novembro, a Alfaguara Portugal lançou Da Próxima Vez, o Fogo, de James Baldwin. "«Deus mostrou a Noé o sinal do arco-íris, não mais haverá água, da próxima vez, o fogo!»

Este livro galvanizou toda uma nação quando foi publicado pela primeira vez, em 1963. Foi um dos primeiros a dar voz à luta do Movimento dos Direitos Civis. Composto por dois textos intensamente pessoais — «A minha masmorra estremeceu», uma carta ao seu sobrinho, escrita no centenário da abolição da escravatura nos Estados Unidos, e «Aos pés da cruz», ensaio sobre a relação entre raça e religião —, Da Próxima Vez, o Fogo revela-nos a vida singular de James Baldwin, politicamente comprometida e interiormente conturbada.

Ao mesmo tempo que nos dá conta do que foi crescer no bairro nova-iorquino do Harlem, faz uma condenação sem reservas do terrível legado da discriminação racial na sociedade americana. Enquanto reflete sobre os dilemas da espiritualidade à luz da religião e da sexualidade, lança um olhar provocatório sobre as contradições políticas que condenam os negros à invisibilidade ou à violência, desferindo um ataque direto, mas pacificador, à hipocrisia que reside no coração do país da liberdade. Depois dos romances O Quarto de GiovanniSe Esta Rua Falasse e Se o Disseres na Montanha, eis um dos testemunhos mais inspiradores de sempre sobre as profundas raízes dos conflitos raciais na América e sobre a procura íntima de um lugar para si no mundo.

Um clássico da literatura, disponível pela primeira vez em Portugal."

 

 

Depois, temos Fogo Selvagem, de Hannah Grace, autora de Quebrar o Gelo. "Depois de uma noite louca, estes dois terão de resistir um ao outro - ou arriscar começar algo que é impossível controlar. Conseguirão eles aguentar tanto... fogo!?

Os caminhos de Aurora e Russ, ambos alunos da Universidade da Califórnia — Maple Hills, cruzam-se numa festa de fim de ano, quando a euforia os leva a passar a noite juntos. Uma. Noite. Louca! E uma aventura apaixonante, mas Aurora não é de prolongar estadias, e, na verdade, não espera muito de um homem, pelo que se escapa antes mesmo de Russ ter oportunidade de lhe perguntar o nome completo.

Imaginem a surpresa destes dois quando se veem frente a frente no primeiro dia do acampamento de verão da universidade, onde serão ambos monitores. Só queriam poder respirar longe das complicações que os aguardam nas suas vidas fora da faculdade: Russ deseja evitar ter de lidar com o pai e os seus problemas… Aurora está cansada de ter de implorar pela atenção de todos à sua volta. Ambos desejam passar o verão num sítio que lhes sabe a casa.

Russ está consciente de que se quebrar a regra que impede o convívio entre membros do staff poderá ter de regressar a Maple Hills antes que o verão termine, mas Aurora nunca foi de seguir regras.

Será que vão aprender a estar lado a lado sem dar largas aos caprichos do corpo e do coração? Ou será que aquela primeira noite juntos foi a faísca de um fogo quente e incontrolável, que nenhum dos dois conseguirá apagar!?"

A Bertrand Editora publicou este livro a 9 de novembro.

 

 

No mesmo dia, a Editora Minotauro lançou Vingativo, de V.E. Schwab. A sinopse poderá conter spoilers do primeiro livro, Vicioso. "Livre do encontro com a morte, Marcella Riggs ganhou finalmente o controlo que sempre quis e usará o seu recém-descoberto poder para deixar a cidade de Merit de joelhos. Fará o que for preciso, selecionando os seus próprios ajudantes e atiçando os dois mais infames, Victor Vale e Eli Ever, um contra o outro.

Com a ascensão de Marcella, novas inimizades criam oportunidades - e o palco, Merit City, será mais uma vez definido para um último e terrível acerto de contas." 

 

 

O último lançamento a destacar deste dia é O Reino das Temíveis, o último da trilogia de Kerri Maniscalco, publicada pela Bertrand Editora. A sinopse contém spoilers dos primeiros livros. "Emilia fica chocada depois de descobrir algo perturbador sobre a sua irmã, Vittoria. Contudo, antes de enfrentar os demónios do seu passado, Emilia anseia por recuperar o seu rei, o sedutor Príncipe Ira. Ela não deseja apenas o seu corpo… anseia pelo seu coração e pela sua alma, mas o enigmático demónio não os pode prometer.

Quando um membro importante da casa do Príncipe Ganância é assassinado, são encontradas provas incriminatórias que, de alguma forma, apontam Vittoria como a assassina. E Emilia fará de tudo para chegar ao fundo destas acusações contra a sua irmã.

Juntos, Emilia e Ira são arrastados para um jogo de enganos e pecados para resolver o assassínio e pôr fim ao alvoroço que se instala entre bruxas, demónios, metamorfos e as inimigas mais traiçoeiras de todas: as Temíveis. Emilia foi avisada de que, quando se trata dos Malditos, nada é o que parece. Mas e se os seus inimigos estiverem muito mais perto do que ela imagina? Quando a verdade for finalmente revelada, pode acabar por vir a custar a Emilia o seu coração…"

 

 

A seguir, temos Desejos Imortais, de Chloe Gong. "A única maneira de ganhar é sobreviver. Todos os anos, milhares de pessoas acorrem a San-Er, a capital do reino de Talin, onde o palácio organiza um torneio de jogos mortais. Aqueles que confiam na sua capacidade de saltar entre corpos podem entrar numa luta até à morte - e assim ter a oportunidade de ganhar uma fortuna inimaginável.

A princesa Calla Tuoleimi está escondida há cinco anos, desde que assassinou os próprios pais para libertar o povo de Talin da sua família tirânica. Apenas uma pessoa a impede de terminar o trabalho: o Rei Kasa, o seu recluso tio. No entanto, Calla sabe que ele cumprimenta sempre o vencedor dos jogos. Se ela ganhar, terá finalmente a oportunidade de o matar.

Entra em cena Anton Makusa, cujo amor de infância está em coma desde que ambos foram expulsos do palácio. Para a manter viva, ele contraiu todas as dívidas possíveis. O que significa que a sua última hipótese de a salvar é entrar nos jogos e ganhar. Quando Anton propõe uma aliança inesperada a Calla, a parceria entre os dois transforma-se rapidamente em algo que os consome. Mas antes que os jogos terminem, Calla tem de decidir pelo que está a jogar - o seu amante ou o seu reino. Aconteça o que acontecer, apenas um deles pode sair vivo...

Desejos Imortais é uma fantasia épica inspirada em António e Cleópatra, de Shakespeare. Uma colisão ardente de jogos de poder, sangue e paixão no ambiente implacável de jogos mortais."

Foi publicado pela Quinta Essência no dia 14.

 

 

Ainda neste dia, foi lançado, pela Oficina do Livro, Acreditar no Poder dos Desejos, de Jack Ryder. "Quando os pais da Pipa desaparecem numa tempestade no mar, ela é enviada para viver com a sua enigmática avó, e coisas estranhas começam a acontecer. Com o seu novo amigo Silvestre, descobre segredos do passado da sua própria mãe, um misterioso poço de desejos, sereias e moedas mágicas… Mas o que a Pipa está realmente a tentar descobrir é a resposta para a maior e mais importante de todas as suas perguntas: existirá um desejo p poderoso o suficiente que traga de volta os seus pais?"

 

 

Depois, temos a estreia de Ali Hazelwood na literatura Young Adult. Em Check & Mate - Xeque-Mate ao Amor, "Para Mallory, o xadrez acabou: foi a causa da destruição da família, há quatro anos, e agora as únicas coisas que importam são a mãe, as irmãs e o trabalho, que ela não adora mas paga as contas. Até ao dia em que aceita participar - pela última vez e ainda que relutantemente - num torneio de xadrez em que, quase sem querer, derrota brutal e eficazmente o Kingkiller, aka Nolan Sawyer, o bad boy e campeão mundial da modalidade.

Todos, sem exceção, ficam perplexos por uma novata triunfar sobre o suprassumo do xadrez. A estranheza é ainda maior quando Nolan quer voltar a defrontá-la. Que jogada tem ele na manga? Se fosse inteligente, Mallory partiria e seria simplesmente game over. Mas os prémios são apetecíveis, importantes para o futuro da família, e dentro de si há uma atração por aquele estratega enigmático, uma atração que cresce rapidamente…

À medida que Mallory sobe no ranking e tenta manter a família longe do que a desfez, o jogo passa do tabuleiro para a vida real, onde a concorrência é ainda mais feroz, mais inteligente, mais irritante, mais desejável… e tem um nome com cinco letras.

Xeque-mate? Um fenómeno do TikTok."

Foi publicado pela Editorial Presença a 15 de novembro.

 

 

No mesmo dia, a Marcador publicou Amor em Jogo, de Elena Armas. "Adalyn Reyes sempre esteve concentrada nos Miami Flames. No entanto, a sua carreira fica comprometida quando o vídeo de uma altercação com a mascote da equipa se torna viral. Consequentemente, o dono do clube (que também é o seu pai) manda-a para uma cidade no meio do nada para reanimar a equipa de futebol local.

Adalyn está disposta a fazer um grande esforço para o conseguir, mas não contava que os seus jogadores fossem um grupo de meninas de nove anos com tutus e uma cabra de estimação. Além disso, Cameron Caldani, ex-lenda do futebol, também se encontra na cidade, embora a sua presença ali seja um mistério.

Cam é o candidato perfeito para ajudar Adalyn, mas depois de um primeiro encontro um tanto acidentado (quem diz «acidentado» diz «atropelei-o com o carro»), o futebolista de elite só quer livrar-se dela a qualquer custo.

Porém, partir não é uma possibilidade para Adalyn, que não descansará até recuperar a sua antiga vida. Com ou sem a ajuda de Cam."

 

 

A 16 de novembro, a Desrotina lançou dois livros. Impostora, de R. F. Kuang, foi um deles. "Athena Liu é adorada no mundo literário e June Hayward é literalmente ninguém.

Mentiras inocentes.
Quando Athena morre num estranho acidente, June rouba o seu manuscrito não publicado e publica-o como se fosse seu sob o nome ambíguo de Juniper Song.

Humor negro.
Mas à medida que as provas ameaçam o seu sucesso roubado, June descobre até onde está disposta a ir para proteger o seu vergonhoso segredo e manter o sucesso que acredita merecer.

Consequências fatais.
O que acontece de seguida é inteiramente culpa de toda a gente."

 

 

O outro livro tem como título O Peso do Sangue e foi escrito por Tiffany D. Jackson. "Quando os residentes de Springville — os que ainda estão vivos — são questionados sobre o que aconteceu na noite do baile de finalistas, dizem todos o mesmo... Foi a Maddy.

Deslocada no liceu da pequena cidade da Geórgia, Madison Washington sempre foi alvo de chacota para os seus colegas, algo com que sofria em silêncio porque tinha problemas mais urgentes para resolver. Até à manhã em que uma chuva inesperada revela o seu segredo mais bem guardado: Maddy é negra. Tem-se feito passar por branca a sua vida toda, a mando do seu fanático pai branco, Thomas Washington.

Na sequência de um vídeo viral que revela as raízes racistas do Liceu de Springville, os líderes estudantis elaboram um plano para mudar a sua imagem: organizar o primeiro baile de finalistas conjunto entre alunos negros e brancos, como demonstração de união e tolerância. A popular delegada de turma, branca, convence o seu namorado, o incrível quarterback negro, a convidar Maddy para ir como seu par, deixando Maddy maravilhada com a possibilidade de, finalmente, ter uma vida normal.

Mas alguns dos seus colegas ainda não estão dispostos a deixá-la em paz. O que eles não sabem é que Maddy tem ainda outro segredo... um que lhes irá custar a vida a todos."

 

 

Ainda neste dia, a Aurora Editora publicou Gótico Mexicano, de Silvia Moreno-Garcia. "Uma história aterradora de terror gótico clássico, passada no glamoroso México dos anos 1950.

Em resposta a uma carta dramática da sua prima com a estranha alegação de que o marido está a tentar envenená-la, Noemí abandona a sua vida mundana e viaja para a província, para a vila de El Triunfo. É aqui, no famoso Lugar Alto, que vive Catalina, que se tornou uma sombra de si mesma desde que se casou com Virgil Doyle. Diz ouvir vozes vindas das paredes e ver pessoas mortas.

Mais de um segredo se esconde por trás das paredes do Lugar Alto. A antiga riqueza obtida com o império mineiro tem protegido os Doyle dos olhares curiosos dos habitantes de El Triunfo. No entanto, à medida que Noemí começa a cavar mais fundo, começa a ter visões perturbadoras e, pouco a pouco, descobre uma história aterradora que, ao que parece, remonta a várias centenas de anos.

Conseguirá Noemi resistir aos encantos magnéticos do jovem mestre, aos avanços do seu pai rabugento, à atração da própria casa, que lhe invade os sonhos com visões de sangue, violência e desgraça e da qual, como muito em breve descobrirá, Noemí nem sequer tem forças para sair?

Uma variação hipnotizante do romance gótico clássico, em que o suspense se entrelaça com o folclore mexicano e o charme dos anos 1950.
Um romance de terror envolvente vencedor do Goodreads Choice Awards."

 

 

No dia 20, foi publicado, pela Iguana, A Espera, de Keum Suk Gendry-Kim. "Gwijá tem noventa e dois anos e vive na Coreia do Sul. Após sete décadas de espera, ainda mantém o desejo de reencontrar o filho mais velho, de quem se separou quando seguia numa coluna de refugiados que fugiam do norte da Coreia. Gwijá teve de parar para amamentar a filha bebé e perdeu o marido e o filho no meio da multidão. Agora, num encontro organizado pela Cruz Vermelha, a sua amiga Jeong-Sun reencontra a irmã mais nova, após sessenta e oito anos de separação. Gwijá só deseja ter a mesma sorte e voltar a encontrar o filho.


Em 1950, a Guerra da Coreia separou famílias inteiras, que ficaram de lados opostos de uma fronteira intransponível. A partir das entrevistas que Keum Suk Gendry-Kim conduziu e dos vários testemunhos que reuniu (entre eles, o da própria mãe), o livro A Espera reconstrói o trauma familiar causado pela divisão da Coreia e pela guerra, e as suas dolorosas consequências."

 

 

Houve, ainda no dia 20, mais dois lançamentos, como Matilde e o Espelho da Sorte, o novo capítulo da coleção da autora e ilustradora portuguesa Patrícia Furtado. "Uma professora de Francês que não é quem diz ser, uma criatura perdida que ameaça destruir o jardim da tia Miranda, e um amuleto poderoso prestes a cair nas mãos erradas: a Matilde está de novo em sarilhos!

Ou será que são os sarilhos que vão à sua procura? De uma maneira ou de outra, vai precisar da ajuda dos seus amigos e de Fred, o furaleão, para descobrir os planos ocultos de Charlotte Roulotte, apanhar o flaluflo sem o assustar e recuperar o Espelho da Sorte antes que uma catástrofe aconteça.

E, como se não bastasse, parece que as cartas de jogo da Encruzilhada estão a tentar passar-lhe uma mensagem misteriosa! Será que, nesta sexta-feira 13, a Matilde confiou demasiado na sorte?"

 

 

O outro livro também é desta autora, mas, desta vez, é O Diário da Matilde. "Listas, desenhos, ideias, desabafos. Aqui podes escrever o que quiseres e desenhar o que te apetecer. A Matilde ajuda-te e até te dá conselhos.

Neste diário que partilharás com a bruxa mais simpática da cidade das Torres Altas, vais poder ser tu, sem segredos!"

 

 

O último lançamento a destacar este mês não é um livro, mas sim um calendário de 2024 com ilustrações de Joana Estrela. Será lançado no dia 30.

 

 

O que acharam dos lançamentos de novembro?

 

Daniela S..png

3 comentários

Comentar post